Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/10/2015 18:00

Sem justificativa, postos aproveitam reajuste da gasolina e sobem o etanol

Midiamax

 

O reajuste no preço da gasolina, anunciado pela Petrobras no último dia 29, também refletiu no valor do litro do etanol nos postos de combustível de Campo Grande. O aumento não tem um fator determinante, como explicou o Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência de Mato Grosso do Sul), sendo motivado, única e exclusivamente pelo mercado.

De acordo com o Sindicato, quando se tem reajuste significativo no preço do diesel, pode também ocorrer aumento no valor do álcool e da gasolina, porque é o combustível usado no transporte, portanto, podendo refletir no valor do frete dos demais. Mas a elevação no preço da gasolina não interfere em nada no preço do etanol. Isso é determinado pela oscilação de mercado.

Nos postos de Campo Grande, o que se viu foi um aumento de pelo menos R$ 0,15 entre o dia 1º e 5 de outubro. Na semana passada uma reportagem do Jornal Midiamax fez uma pesquisa nos postos da cidade, e o valor mais barato encontrado foi de R$ 1,99. Nesta segunda-feira, o menor preço foi de R$ 2,14, em dois postos da Avenida Fernando Corrêa da Costa.

Na entrada da cidade, na Avenida Marechal Teodoro, os valores variaram entre R$ 2,15 no Posto Fic, no trevo Ibirussu, e R$ 2,35 nos postos de bandeira BR. A gasolina variou entre R$ 3,25 no primeiro e R$ 3,38 nos demais.

Na Avenida Bandeirantes, para surpresa da população, a média de preço ficou entre R$ 2,39 e R$ 2,49, ou seja, o preço está mais elevado em há maior concorrência. A gasolina ficou na casa dos R$ 3,39 na avenida.

Já a região central, na Avenida Fernando Corrêa, os valores estão em promoção, sendo comercializado a R$ 2,14 o etanol e a 3,19 a gasolina aditivada no primeiro, e R$ 3,09 a comum no segundo. Os dois são os que oferecem o melhor valor nos 10 postos pesquisados. Os frentistas explicaram que mudança aconteceu no final de semana, devido a determinação da distribuidora.

Questionados sobre os reajuste no preço do álcool, eles explicaram que é “normal”. “Toda vez que tem aumento de preço na gasolina, o etanol sobe também. É padrão”, disse a frentista que preferiu não se identificar.

Já o gerente do posto que fica no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Rua 14 de Julho, comentou que o preço subiu por determinação da distribuidora. “Ficou mais caro para a gente comprar, então tem que ficar mais caro para vender também”, explicou Militão. No local, até sexta-feira (2), o etanol estava sendo comercializado a R$ 2,09. Hoje o valor está em R$ 2,25, na promoção.

Reajustes

No dia 29 de setembro a Petrobras anunciou o reajuste de 6% para a gasolina e 4% para o diesel. É o terceiro aumento no preço do combustível em 10 meses. O primeiro foi no dia 6 de novembro de 2014 quando a empresa reajuste em 3% o preço da gasolina e 5% o diesel. O segundo ocorreu em janeiro deste ano quando o ministro da fazenda, Joaquim Levy, anunciou o retorno da Cide (Contribuição Sobre Intervenção no Domínio Econômico), tributo regulador do preço de combustíveis, zerada desde 2012 e do PIS/Cofins sobre a gasolina.

Em julho deste ano, poucos meses após o segundo aumento, houve uma redução no preço do combustível. Na ocasião, o Sinpetro justificou que se tratava de promoções realizadas pelos donos de postos a fim de manter a clientela.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)