Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/07/2006 10:18

Segurança aprova porte de arma para guarda prisional

Agência Câmara

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara Federal aprovou na terça-feira (11) substitutivo ao Projeto de Lei 6404/05, do deputado Nelson Pellegrino (PT-BA), que autoriza auditores fiscais do trabalho a portar arma de fogo.
O substitutivo apresentado pelo relator, deputado Moroni Torgan (PFL-CE), também dá a agentes e guardas prisionais e integrantes de escoltas de presos o direito a portar arma, inclusive fora do horário de trabalho. O texto aprovado ainda estende o benefício a peritos médicos da Previdência Social, auditores tributários dos estados e do Distrito Federal, oficiais de justiça e avaliadores do Judiciário, defensores públicos e auditores fiscais dos estados.
Na opinião de Torgan, todos esses profissionais sofrem ameaça de vida em seu trabalho, o que justifica o porte de arma. "O simples conhecimento de que o auditor ou o médico podem estar armados já terá forte influência na segurança desses profissionais", afirma. "O projeto pretende instrumentalizar esses agentes públicos de meios para defender a própria vida e a de seus familiares."

Tramitação
O PL 6404/05 tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois, irá para o Senado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)