Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/01/2007 12:44

Seguradora e familiares das vítimas do metrô se reúnem

Agência Brasil/Renato Brandão

Familiares das seis vítimas do desabamento no canteiro de obras da estação Pinheiros do metrô paulista se reúnem hoje (24) em São Paulo para uma audiência com representantes da seguradora do Consórcio Via Amarela, responsável pelas obras.

A audiência ocorre dois dias após a primeira reunião entre as partes envolvidas, na qual o consórcio e a seguradora reconheceram a necessidade de reparação por danos materiais e morais às famílias das vítimas.

Foi combinado entre os familiares e a seguradora que os acordos serão estabelecidos em uma câmara de mediação e conciliação, criada pela secretaria estadual de Justiça. A Defensoria Pública intermediará os acordos.

O órgão também defenderá a família da estudante de Direito Valéria Marmit, de 37 anos, a segunda vítima resgatada pela equipe do Corpo de Bombeiros. As famílias das outras cinco das vítimas serão orientadas por advogados particulares.

Segundo a assessoria de imprensa da Defensoria Pública, o órgão vai intermediar as negociações para reparar perdas aos moradores que tiveram as casas atingidas pelo desmoronamento. Mas isso só deve ocorrer após o término da vistoria a ser realizada pela Defesa Civil.

Todas as famílias envolvidas no desmoronamento das obras da Linha 4 do metrô foram ouvidas, e cada uma delas já está cadastrada na seguradora contratada pelo Consórcio Via Amarela, informa a assessoria do consórcio.

A seguradora apresentou parâmetros para fixação das indenizações, que serão debatidas com as famílias. Serão indenizados danos emergentes (as perdas efetivas); lucros cessantes (o que se deixou de ganhar); e danos morais.

Por medida de segurança, uma equipe do Corpo de Bombeiros continua no local do acidente, onde foram encontradas as seis vítimas do acidente ocorrido no último dia 12.

De acordo com o capitão Mauro Lopes, a busca por outra eventual vítima será reiniciada após o trabalho de escavação que está sendo feito na cratera. No local, havia um poço de 40 metros que teve o tamanho duplicado com o desmoronamento.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)