Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/01/2008 15:23

Saúde pode restringir vacinação contra febre amarela

Humberto Marques - Campo Grande News

A alta procura pela vacina contra febre amarela levou a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul a recomendar que os municípios estabeleçam restrições na realização da imunização. A informação é do superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Eugênio de Barros, ao confirmar a chegada de um novo lote com mais 50 mil doses da vacina.

Conforme Barros, essa restrição seria voltada para pessoas que tenham sido vacinadas nos últimos dez anos e, por isso, não necessitam de uma nova dose. “A vacina tem esse período de validade, mas as pessoas parecem não acreditar que quem foi vacinado nos últimos dez anos não precisa novamente ser imunizada”, explicou o superintendente.

Desde a divulgação de que ocorreram mortes por conta da febre amarela, há uma corrida aos postos de saúde em busca de imunização, movimento avaliado como “desnecessário” por Barros, e que levou os estoques a serem zerados em vários municípios. Na Capital, alguns postos de saúde já não dispõem da vacina. “Em Campo Grande já é feito esse controle. Agora estamos recomendando aos demais municípios”, salientou.

As 50 mil doses de vacina que chegaram hoje ao Estado já estão sendo distribuídas. Barros ressaltou que foram feitos novos pedidos ao Ministério da Saúde, que têm atendido a procura desenfreada por novas doses.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)