Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/12/2012 14:35

Saques na Argentina podem ter motivação política

Pedro Peduzz*i, Agência Brasil

Brasília – Grande número de lojas de diferentes províncias [estados] da Argentina foram saqueadas desde a última quinta-feira (20). De acordo com agências de notícias, o vandalismo deixou dois mortos e mais de cem feridos. Autoridades ligadas à presidenta Cristina Kirchner e os sindicatos que fazem oposição ao governo se acusaram mutuamente pelos saques.

Em Rio Negro, além de saquearem mercados e destruírem lojas, os manifestantes ergueram barricadas nas ruas e enfrentaram forças de segurança com pedras e paus. Em Rosário, autoridades locais informam que dois assassinatos foram cometidos em meio a saques. Além de alimentos, foram roubados eletrodomésticos dos supermercados.

Governo e líderes sindicais trocam acusações pela organização dos saques. O chefe da Casa Civil da Presidência da Argentina, Abal Medina, disse que setores do sindicalismo, opositores ao governo, estão por trás das ações, e que elas são \\\"isoladas e organizadas\\\". Entre os responsáveis pelos saques estão sindicalistas que apoiaram o panelaço do dia 8 de novembro e lideraram uma greve geral em 20 de novembro, além de uma manifestação na quarta-feira (19) em Buenos Aires.

Em entrevista à agência de notícias inglesa BBC, o analista político Rosendo Fraga, do Centro de Estudos Nova Maioria, disse que a Argentina vive \\\"uma crise mais política do que econômica\\\". Ela envolve questões locais, como o conflito entre o governo e o Grupo Clarín de comunicação e as disputas do governo com a Justiça. Outra área de atrito é a decisão da oposição de se unir contra a ideia de reforma da Constituição, a fim de impedir espaço à segunda reeleição Cristina Kirchner.

De acordo com a agência de notícias argentina Telam, organizações de direitos humanos têm manifestado repúdio aos ataques ocorridos em supermercados, e pedem que a Justiça encontre os responsáveis “ideológicos e materiais” dos ataques.

A agência argentina informou que uma declaração das Mães e Avós da Praça de Maio associa os saques ao objetivo “de levar o país de volta à Argentina a que não queremos voltar\\\", e que tais eventos “não parecem espontâneos, mas organizados sugestivamente”. O grupo reúne parentes de presos e desaparecidos durante a ditadura argentina.

A Telam informa que o ministro da Segurança e da Justiça de Buenos Aires, Ricardo Casal, disse que os saques em supermercados “são claramente organizados e premeditados, inclusive por meio de redes sociais”.

O governador da província de Río Negro, Alberto Weretilnek, disse que os saques não estão ligados à questão social. \\\"Quebrar vitrines para roubar uma televisão é [algo feito] por outros motivos\\\", afirmou.

Na sexta-feira (21), o governo enviou 400 policiais a Bariloche. O prefeito Omar Goye disse que a cidade vive “um problema social que tem muitos anos\\\". A crise foi agravada pelos efeitos das cinzas de um vulcão que entrou em erupção no ano passado.

* Com informações das agência de notícias BBC Brasil e Telam

Edição: Beto Coura

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)