Cassilândia, Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018

Últimas Notícias

23/12/2004 09:54

Salário-maternidade pode ser garantido a desempregada

Agência Câmara

O Projeto de Lei 4448/04, apresentado pela deputada Marinha Raupp (PMDB-RO), altera a lei que concede salário-maternidade para garantir o benefício à trabalhadora que estiver recebendo seguro-desemprego e não tenha perdido a condição de segurada do Regime Geral de Previdência Social.
Pela atual legislação, é proibido o recebimento conjunto de seguro-desemprego e qualquer outro benefício da Previdência Social, exceto pensão por morte e auxílio-acidente. O projeto elimina essa limitação, ao proibir o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) de exigir a comprovação de emprego como pré-requisito para a concessão do salário-maternidade, cujo valor corresponde ao da última remuneração da trabalhadora desempregada.

Combinação de leis
A autora do projeto lembra que a lei prevê a concessão de salário-maternidade às seguradas da Previdência Social, independentemente do pagamento de um número mínimo de contribuições. A exceção são as contribuintes individuais e especiais, das quais são exigidas pelo menos dez contribuições mensais. Além disso, a qualidade de segurada é mantida por até 12 meses após o fim das contribuições, período que pode ser prorrogado para até 36 meses se a mulher já tiver pago mais de 120 contribuições e estiver comprovadamente desempregada.
"Combinando essas determinações legais, fica claro o direito da segurada empregada ou trabalhadora avulsa requerer e obter o salário-maternidade durante o período de graça, haja vista estar mantida durante esse período a sua qualidade de segurada do Regime Geral de Previdência Social e o benefício não depender, para sua concessão, de um número mínimo de contribuições", explica Marinha Raupp. "Não cabe ao INSS, portanto, condicionar a concessão do salário-maternidade à comprovação de relação de emprego".

Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, aguarda designação de relator na Comissão de Seguridade Social e Família.

Reportagem - Wanderley Baldez
Edição - Rejane Oliveira

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 21 de Outubro de 2018
11:00
Mundo Fitness
09:00
Santo do Dia
Sábado, 20 de Outubro de 2018
11:00
Mundo Fitness
09:00
Santo do Dia
Sexta, 19 de Outubro de 2018
09:00
Santo do Dia
04:16
Cassilândia
Quinta, 18 de Outubro de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)