Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

27/10/2004 13:10

Safra 2004/05 de soja pode ser até 51% maior

Fernanda Mathias / Campo Grande News

Mato Grosso do Sul terá pelo menos 1,941 milhão de hectares plantados com soja na safra 2004/05, segundo o primeiro prognóstico divulgado esta manhã pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento). A estimativa coincide com a do presidente da Aprossul (Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso do Sul), Carmélio Romano Roos, divulgada na semana passada pelo Campo Grande News. A área pode chegar em um limite superior a dois milhões de hectares, ou seja, o crescimento esperado varia de 8% a 12%.
A produtividade esperada para a principal cultura do Estado é 35,1% maiôs, de 2,5 mil quilos por hectare contra 1,850 mil deste ano, rendimento abalado pela forte estiagem nos primeiros meses de 2003. Para o próximo verão, porém, a previsão do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) é de dias típicos, ou seja, com chuvas e sem longos períodos de estiagem. Com o rendimento maior a produção esperada é de cinco milhões de toneladas no máximo e pelo menos 4,8 milhões. Comparado aos 3,3 milhões colhidos a previsão é que o crescimento seja de 45,9% a 51,4%. Imaginando as atuais cotações da commodity, a perspectiva é que a soja gere negócios de cerca de R$ 3 bilhões no ano que vem.
O maior aumento de área plantado foi registrado na Região Centro-Oeste, com 6,5% de média, distribuídos da seguinte forma: Mato Grosso do Sul 10,0% (na média entre o limite superior e inferir de crescimento); Mato Grosso 6,5% e Goiás 4,0%. O volume da produção na Região está estimado em 28,2 milhões de toneladas, o que é aproximadamente 15,0% superior. O plantio antecipado da soja começou em 13 de outubro, mas teve coro a partir do dia 20. Nesse período 20% devem ser semeados e os outros 80% a partir de novembro.
Já a área com milho em Mato Grosso do Sul deve encolher de 3,2% a 2,4%, redução atribuída especialmente aos baixos preços do produto. De uma área total entre safra de verão e safrinha de 616,3 mil hectares, deve passar a 601,6 mil ou até mesmo a 596,7 mil hectares, aponta a Conab. A produtividade prevista é 1,45 maior, de 3,7 mil quilos por hectare a 3,8 mil e a produção total de 2,3 milhões de toneladas pode cair até 4,65, a 2,2 milhões.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)