Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

31/07/2012 10:09

RG gratuito para quem não pode pagar

Gizele Cruz de Oliveira , noticias ms

Campo Grande (MS) – O governo do Estado e a Defensoria Pública Geral de Mato Grosso do Sul (DPGE) definiram em reunião nesta segunda-feira (30) a continuidade da garantia do atendimento gratuito na emissão da primeira via da Carteira de Identidade a pessoas consideradas hipossuficientes. Mato Grosso do Sul já conta com uma Lei Estadual que assegura o benefício – 15% dos documentos emitidos são reservados para essa parcela da população, e a emissão em mutirões de cidadania também é gratuita.

Conforme definição conjunta com a DPGE, as pessoas que se enquadram nos critérios e que procurarem a Defensoria Pública serão encaminhadas pelo órgão por meio de Ofício e serão atendidas com a gratuidade. O cidadão também pode ir diretamente a um Posto de Identificação levando os comprovantes da incapacidade de pagamento da taxa de R$ 25,02, como já acontece atualmente.

O compromisso foi firmado em reunião entre o governador André Puccinelli, o secretário de Estado de Governo, Carlos Roberto De Marchi, o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, o procurador-geral do Estado, Rafael Coldibelli Francisco, e, representando a Defensoria Pública, a chefe de Gabinete da DPGE, Carmem Silvia Garcia, e 2º Subdefensor Público-Geral, Francisco José Soares Barroso.

Também como resultado da reunião, ficou definido que o Poder Executivo irá encaminhar um projeto de lei à Assembleia Legislativa propondo a adoção da gratuidade ampla a partir de janeiro de 2013. O Estado, então, irá se adequar para cumprir esse benefício, com a devida dotação orçamentária para suprir essa despesa.

Para este ano, o Estado está impossibilitado de fazer a aplicação imediata da gratuidade do serviço a todos os usuários (conforme prevê a Lei Federal nº 12.687, de 18 de julho de 2012). Isso porque não existe tal previsão no Orçamento, especialmente neste momento em que o governo executa um rígido controle de despesas para manter o equilíbrio das contas públicas. A Procuradoria-Geral do Estado irá ingressar com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal questionando o dispositivo.

No entanto, por entender ser justa a proposta, o governo do Estado pretende estender já em 2013 a gratuidade que atualmente aplica por meio de lei própria a 15% dos usuários a todos os que requererem a primeira via do RG


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)