Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/10/2004 16:09

Reutilização de descartável na Saúde será fiscalizada

Agência Câmara

A Comissão de Defesa do Consumidor aprovou hoje requerimento do deputado Paulo Lima (PMDB-SP) que sugere fiscalização, junto à Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), sobre o reaproveitamento de materiais hospitalares de uso único (descartáveis).
O parlamentar destaca que inúmeras denúncias têm sido apresentadas nesse sentido. Essas denúncias relatam que os materiais descartáveis estão sendo utilizados após procedimento de esterilização, principalmente por empresas localizadas nos Estados Unidos. "Isso não representa a boa prática da saúde e nem a solução dos graves problemas enfrentados por nossa população", avalia Paulo Lima.

Risco à saúde
O deputado explica que, se por um lado pode-se argumentar que o reprocessamento de produtos destinados a uso único é uma forma de amenizar os elevados custos da saúde, principalmente pela demanda por cirurgias e procedimentos de elevado nível de complexidade, por outro, pode representar sérios riscos para a saúde da população e dos profissionais que atuam na área. “Além de colocar em situação econômica precária as entidades hospitalares, que assumiriam a responsabilidade pelas conseqüências danosas advindas do uso de tais equipamentos, e a indústria encarregada de abastecer esse setor", conclui o parlamentar.

Reportagem - Sâmia Mendes e Claudia Lisboa
Edição - Simone Ravazzolli

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)