Cassilândia, Domingo, 25 de Outubro de 2020

Últimas Notícias

27/07/2020 07:40

Refugiado que trabalhava em Nantes confessou ter iniciado incêndio

Informação foi dada pelo advogado do refugiado de Ruanda

Agência Brasil
Refugiado que trabalhava em Nantes confessou ter iniciado incêndio

Um refugiado de Ruanda que se ofereceu para trabalhar como guarda em uma catedral do século XV em Nantes, na França, confessou ter iniciado o incêndio que destruiu o interior do edifício há uma semana, afirmou seu advogado nesse domingo (26).

O suspeito, cujo nome não foi divulgado, foi preso no sábado, após a confissão. Ele havia sido detido e libertado no início da investigação.

"Com essas confissões, há uma espécie de alívio: é alguém que está assustado e, de alguma forma, sobrecarregado com tudo isso", disse o advogado Quentin Chabert, em entrevista coletiva. "Era importante para ele, com essa cooperação, demonstrar sinceridade".

Perguntado por que seu cliente havia incendiado, Chabert não respondeu.

O incêndio de 18 de julho envolveu o interior da estrutura gótica da Catedral de São Pedro e São Paulo, destruindo um grande órgão, os vitrais e uma pintura.

Os incêndios começaram em três locais diferentes dentro do edifício, sem sinal de invasão, disseram as autoridades. A restauração do edifício levará pelo menos três anos, afirmou o principal arquiteto dos monumentos históricos da França, Pascal Prunet.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 25 de Outubro de 2020
Sábado, 24 de Outubro de 2020
Sexta, 23 de Outubro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)