Cassilândia, Quinta-feira, 01 de Outubro de 2020

Últimas Notícias

03/12/2003 06:16

Reforma política será votada hoje

Agência Câmara

Foi confirmada para hoje a votação do anteprojeto de lei da Reforma Política. Não há consenso entre os deputados, mas o presidente da Comissão Especial, Alexandre Cardoso (PSB-RJ), acredita em uma aprovação tranqüila e já prevê, inclusive, um placar: 25 votos favoráveis e 13 contrários.
Segundo Cardoso, a aprovação do anteprojeto mostra a ousadia da comissão, que, em nove meses, deu andamento a uma proposta classificada por ele de “revolucionária”, por alterar profundamente o sistema eleitoral brasileiro. Se aprovada na comissão, a proposta será apresentada em plenário como projeto de lei.

LISTA FECHADA
Durante os debates de hoje, alguns deputados se disseram contrários à mudança do sistema atual - em que o eleitor vota nos candidatos - para o sistema de lista fechada, no qual o eleitor votará na legenda. Votando no partido, o eleitor vai eleger nomes ordenados em listas organizadas nas convenções partidárias. O deputado Roberto Magalhães (PTB-PE) adiantou que vai questionar a constitucionalidade da proposta na Comissão de Constituição de Justiça. Para ele, a lista fechada é um retrocesso porque reduz o direito do voto. Roberto Magalhães propõe que, se aprovada, a futura lei seja submetida a um referendo. Dessa forma, ela só entrará em vigor se também for aceita pela população. "Se essa lei vai restringir algo fundamental, como o direito de voto, ela interfere na soberania popular e, portanto, só será eficaz, válida e constitucional se o eleitor concordar", defendeu.
O deputado Alceu Collares (PDT-RS) também criticou a lista fechada. Ele defende o direito de qualquer cidadão poder ser votado.
Para o relator da comissão, deputado Ronaldo Caiado (PFL-GO), é preciso parar de cultivar o individualismo. Em sua avaliação, "o que tem de ser enaltecido, revigorado e fortalecido, neste momento, é exatamente o partido político".
Alexandre Cardoso informou que o Colégio de Líderes vai decidir se o projeto vai tramitar em regime de urgência, indo direto para o plenário, ou se passará ainda pela Comissão de Constituição e Justiça.



Reportagem - Poliani Castello Branco
Edição - Maristela Sant´Ana


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 30 de Setembro de 2020
17:50
Ituiutaba, Minas Gerais: confira o boletim coronavírus desta quarta-feira
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Terça, 29 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)