Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/02/2006 09:27

Rebelados no presídio de Sinop dizem que têm 7 reféns

SóNoticias/Sinop

Há mais de 20 horas que os carceireiros Antonio Carlos Santos, Altair Oliveira e Alexandre Jardim são mantidos reféns por 28 presos do raio laranja do presídio delegado Ferrugem, em Sinop. O grupo que lidera a rebelião também apontou que mantém 4 presos refens.

A primeira rebelião no presídio, que entrou em funcionamento mês passado, começou ontem, por volta das 12:30hs, no momento em que os carceireiros serviam o almoço. Um deles, que estava com as chaves das celas, foi dominado e os presos conseguiram abrir as portas, dominando os outros dois. Uma carceireira, que estava próxima, agiu rápido e conseguiu trancar a porta principal que dá acesso ao corredor e outra raio (ala) do presídio.

Eles não aceitam negociar com a direção do presídio e com o COTAR da PM de Sinop.
Hoje de manhã deve chegar a Sinop um coronel da PM em Cuiabá que conduzirá as negociações. Desde ontem, a energia e a água do raio laranja foram cortados. Mas uma fonte de Só Notícias, que está no interior do presídio, informou que os detentos acabaram ficando com os carrinhos onde era servido o almoço e devem ter comida até hoje ao meio-dia. "Eles também vinham estocando água em sacos de lixo", informou fonte.

Os rebelados derrubaram pelo menos duas grades das celas no raio laranja e queimaram colchões. No momento que fizeram reféns eles tinham alguns chuchos. Agora, tem diversas barras de ferro. Por iso a polícia evitou invadir o raio laranja para não colocar em risco a vida dos carceireiros. Ontem à tarde, eles estariam tentando derrubar uma das paredes da cela e a polícia soltou uma bomba de efeito moral, fazendo com que recuassem.

A lista de reivindicações foi entregue ontem, por volta das 16:00hs. Ele querem que seja liberada a entrada de eletrodomésticos, como TV, ventilador, entre outros, que não sejam obrigados a usar uniformes, que seja ampliado o horário de visitas, visitas periódicas da comissão de direitos humanos, dentre outras reivindicações.

Ontem, no almoço, foi servido para os presos cupim, purê de batata, arroz, feijão e salada.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)