Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/12/2004 09:18

Projeto regulamenta técnico de saúde bucal

Agência Câmara

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou, nesta quarta-feira (8), substitutivo ao Projeto de Lei 1140/03, que regulamenta as profissões de técnico e de auxiliar de saúde bucal. A proposta determina que o exercício dessas funções será permitido apenas aos portadores de certificados autorizados pelo Conselho Federal de Educação. Os profissionais também precisariam de registro no Conselho Federal de Odontologia e no conselho regional do local em que exercem suas atividades.
O relator do projeto na comissão e autor do substitutivo, deputado Benjamin Maranhão (PMDB-PB), lembrou que a primeira proposta sobre o tema foi apresentada à Câmara em 1989. "O Conselho Federal de Educação disciplinou a formação desses profissionais em 1975, mas as categorias ainda carecem de uma norma jurídica que regulamente as atividades", afirmou. Na proposta original, que foi apresentada pelo deputado Rubens Otoni (PT-GO), os profissionais eram denominados técnico em higiene dental e atendente de consultório dentário.

Perfil profissional
O técnico em saúde bucal é descrito na proposta como o profissional qualificado em nível de segundo grau que, sob supervisão de cirurgião-dentista, executa tarefas auxiliares no tratamento odontológico. Entre suas atribuições, está a participação em programas educativos direcionados à prevenção e ao controle das doenças bucais.
O auxiliar em saúde bucal é definido como o profissional com grau de instrução correspondente ao primeiro grau que executa tarefas sob a supervisão do cirurgião-dentista ou do técnico em saúde bucal. A preparação do paciente para o atendimento e a execução de assepsia e limpeza dos instrumentos odontológicos estão entre suas tarefas.
A proposta estabelece que o cirurgião-dentista responderá perante os conselhos regionais de Odontologia caso permitir que os profissionais sob sua supervisão extrapolem as funções específicas.

Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, também será avaliado pela Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público; e pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.



Reportagem - Pierre Triboli
Edição - Patricia Roedel

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)