Cassilândia, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

Últimas Notícias

05/09/2019 17:30

Projeto pode ampliar arrecadação de cidades com terras demarcadas

Campo Grande News

 

O projeto apresentado na Assembleia muda os critérios para repasse de ICMS Ecológico aos municípios do Estado. A intenção é que as cidades que tenham terras indígenas demarcadas também recebam este adicional (arrecadação), que hoje são repassadas apenas a quem tem áreas homologadas.

“Existem uma diferença entre as terras (indígenas) demarcadas e homologadas, já que esta última é o final do processo, com a assinatura do presidente da República. Já as demarcadas podem ser feitas pelo Ministério da Justiça”, disse o autor da proposta, o deputado Lídio Lopes (Patri).

Ele explicou que caso haja esta mudança na regra, mais município do Estado serão contemplados com os percentuais do ICMS Ecológico, que é um recurso adicional na arrecadação, para cidades que possuem unidades de conservação ambiental ou terras indígenas homologadas.

“Tivemos o cuidado de colocar no projeto que aquelas cidades com terras invadidas, não terá direito a receber este ICMS Ecológico”, disse o parlamentar. A sua equipe inclusive vai fazer um levantamento de quantas cidades seriam beneficiadas se houver a mudança na regra.

ICMS Ecológico – Se trata de um mecanismo tributário que possibilita municípios terem uma parcela maior as que têm direito, em relação ao que é arrecadado com ICMS pelo Estado, em função desta cidade cumprir alguns critérios ambientais.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Outubro de 2019
Segunda, 21 de Outubro de 2019
11:00
Paranaíba, Aparecida do Taboado, Cassilândia e Chapadão do Sul
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Domingo, 20 de Outubro de 2019
09:00
Santo do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)