Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/06/2005 14:42

Projeto limita prazo na citação de promotor e defensor

Agência Câmara

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5366/05, do deputado Eduardo Gomes (PSDB-TO), que fixa a data de início da contagem de prazos processuais nos casos em que integrantes do Ministério Público (MP) ou da Defensoria Pública da União (DPU) tenham que ser intimados pessoalmente. De acordo com o projeto, o prazo para manifestação começará a correr dois dias úteis após o recebimento dos autos no setor administrativo do órgão a ser intimado.
Eduardo Gomes explica que, como a atual legislação sobre o assunto não é específica, os autos chegam diretamente às mãos do promotor ou do defensor federal, que podem decidir quando iniciar a contagem. "A prática tem demonstrado que o os prazos processuais ficam, por vezes, ao alvedrio do procurador ou do promotor vinculado à causa, o qual somente apõe o seu 'ciente' no momento em que lhe convém.”
O deputado optou por não fixar o início do prazo imediatamente após a entrega dos autos na repartição em que trabalha o integrante do MP ou o defensor federal, mas apenas dois dias depois, porque, segundo ele, há um trâmite normal até que o processo chegue efetivamente ao seu destino final. "De outro modo, os autos chegariam ao respectivo promotor com parte do prazo já decorrido, o que dificultaria o seu trabalho", pondera o parlamentar.

Privilégio restrito
O benefício da intimação pessoal foi atribuído aos integrantes do Ministério Público pela Lei Complementar 75/93. Posteriormente, foi estendido pela Lei Orgânica da Defensoria Pública da União aos defensores públicos federais.
Já os demais advogados são citados por publicação no Diário Oficial do estado ou da União, conforme o caso. Com isso, precisam checar essas publicações atentamente para não perderem prazos.

Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, foi encaminhado ao exame da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem - Edvaldo Fernandes
Edição - Rejane Oliveira

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)