Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/03/2005 15:50

Projeto cria política de prevenção ao câncer de mama

Agência Câmara

A Câmara está analisando o Projeto de Lei 4820/05, de autoria do deputado Carlos Nader (PL-RJ), que obriga o Sistema Único de Saúde (SUS) a oferecer pelo menos um aparelho de mamografia em cada região do País. O aparelho facilitaria o acesso dos brasileiros aos exames de prevenção e detecção do câncer de mama, fortalecendo a prevenção e combate à doença.
Dados da Sociedade Brasileira de Mastologia e do Instituto Nacional do Câncer (Inca) mostram que apenas 9% dos municípios brasileiros possuem mamógrafos. A dificuldade de acesso ao exame é uma das razões para que 65% dos tumores de mama sejam detectados já em fase avançada. "Um dos grandes problemas para que as mulheres tenham acesso aos exames de mamografia a tempo de prevenir ou curar um câncer são os limites financeiros dos municípios", argumenta Nader.
Segundo o Inca, os mamógrafos existentes estão concentrados nos grandes centros urbanos, deixando desguarnecidas as populações das pequenas cidades.

Assistência médica
Além de prever a instalação de mamógrafos em todas as regiões brasileiras, a proposta determina o desenvolvimento de ações de prevenção e detecção contínuas do câncer de mama; a assistência médica do doente, com amparo médico, psicológico e social; o estímulo, por meio de campanhas anuais, da necessidade do auto-exame e dos exames especializados na detecção do câncer; e a promoção do debate da doença com setores civis organizados que trabalham com o controle da incidência da doença.
Pelo texto, as despesas para implementar a política nacional sairão do orçamento do Ministério da Saúde.

Novos casos
Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a incidência do câncer de mama praticamente duplicou nos últimos 25 anos, chegando a quase um milhão de pessoas com a doença no País. Desses casos, cerca de 5% a 7% têm algum vínculo com a hereditariedade.
O Inca estima que, em 2005, deverão surgir cerca de 49,5 mil novos casos de câncer de mama, com um risco estimado de 53 casos a cada 100 mil mulheres. A região que tem maior incidência da doença é a Sudeste, com 73 casos novos por 100 mil mulheres.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e aguarda designação de relator na Comissão de Seguridade Social e Família. Depois, será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)