Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/07/2006 19:41

Professores serão qualificados para atuar em presídios

ABr

No Brasil, cerca de 70% dos 296,9 mil presos não possuem ensino fundamental completo e apenas 18% participam de alguma atividade educacional enquanto cumprem pena. Com base nesses dados, os ministérios da Educação, Justiça e a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura decidiram firmar um convênio e vão qualificar os profissionais do sistema de ensino locais (estadual e municipal) para atuar nos presídios do país.

O Ministério da Educação quer incluir os presidiários no Programa de Integração da Educação Profissional ao Ensino Médio na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos. De acordo com o diretor de Educação de Jovens e Adultos do Ministério da Educação, Timothy Ireland, ao unificar a oferta do ensino profissional ao regular, os presos estarão aptos a ingressar no mercado de trabalho após o cumprimento da pena.

"A educação prisional não tem recebido a atenção merecida. A privação da liberdade não significa privação de outros direitos, como, por exemplo, a educação", ressalta Ireland. Segundo ele, um projeto-piloto já está implantado em presídios do Ceará, Paraíba, Goiás, Tocantins, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Cleber José Bento cumpre pena há sete anos em um presídio de Goiás. Ele participa do projeto Todas as Letras, do programa Brasil Alfabetizado, desenvolvido pelo Ministério da Educação. Para Cleber, a atividade educacional e profissional dentro do presídio é uma forma de estimular a inclusão social e garantir sua inserção no mercado de trabalho: "Quero sair daqui com a cabeça erguida, ter qualificação para conseguir emprego para seguir minha vida."

Na próxima semana, será realizado em Brasília um seminário nacional para debater propostas discutidas em encontros promovidos nos estados para ampliar as atividades educacionais nos presídios.(ABr).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)