Cassilândia, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

14/10/2009 09:08

Professores poderão ter acesso mais fácil a faculdade

Agência Senado

Os professores de educação básica das redes públicas poderão ter acesso a cursos superiores de pedagogia e licenciatura por meio de "processo seletivo diferenciado". A medida está prevista no Projeto de Lei do Senado (PLS) 322/08 que foi aprovado nesta terça-feira (13), em decisão terminativa pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE).

Segundo o projeto, de autoria do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) e que teve como relator ad hoc o senador Paulo Paim (PT-RS), terão direito a pleitear o acesso por processo diferenciado os professores das redes municipais, estaduais e federal que tenham ingressado por meio de concurso público, tenham pelo menos três anos de exercício da profissão e não contem ainda com diploma de graduação. Terão prioridade, ainda de acordo com a proposta, os professores que optarem por cursos de licenciatura em matemática, física, química, biologia e língua portuguesa.

- Este será um bom presente para o Dia dos Professores - afirmou Cristovam pouco antes da votação, lembrando a data a ser celebrada na quinta-feira (15).

Igualmente em decisão terminativa, a comissão aprovou o PLS 2/07, de autoria do senador Osmar Dias (PDT-PR), que modifica a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), para permitir que a União possa "supletivamente" participar do financiamento de instituições de ensino superior mantidas pelos estados, assim como das instituições mantidas por municípios e cujos cursos sejam gratuitos.

Por meio da medida, pretende-se expandir a oferta de vagas em cursos superiores. Ao apresentar seu voto favorável ao projeto, a senadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN) observou que se tratava de medida justa, uma vez que o governo federal já vem aumentando a disponibilidade de vagas por meio de instituições privadas de ensino.

A CE aprovou também, em decisão terminativa, o PLS 12/05, da senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), que determina o emprego obrigatório da flexão de gênero correspondente ao sexo da pessoa diplomada ao designar a profissão e o grau obtidos por meio de diplomas de cursos técnicos, tecnológicos, de graduação e de pós-graduação. A relatora foi a senadora Fátima Cleide (PT-RO).

Seis outros projetos, todos referentes ao estabelecimento de datas nacionais, foram aprovados em decisão terminativa pela comissão. O Projeto de Lei da Câmara (PLC) 133/09, que teve como relator o senador Lobão Filho (PMDB-MA), institui o Dia Nacional do Bumba Meu Boi. O PLC 96/09, cujo relator foi o senador Efraim Morais (DEM-PB), institui o Dia Nacional do Plano Nacional de Educação. O PLS 171/08, de autoria de Cristovam Buarque, institui o Dia Nacional da Conscientização sobre as Mudanças Climáticas. O relator ad hoc foi o senador Adelmir Santana (DEM-DF).

O PLS 245/09, da senadora Rosalba Ciarlini, institui o Dia Nacional do Demolay, com o objetivo de valorizar o trabalho em favor dos jovens da Ordem Demolay, fundada no século passado nos Estados Unidos. O relator ad hoc foi o senador Romeu Tuma (PTB-SP). O PLS 394/08, do senador Gilberto Goellner, institui o Dia Nacional dos Criadores de Cavalos. O relator ad hoc foi o senador João Vicente Claudino (PTB-PI). E o PLC 151/09, cujo relator foi Romeu Tuma, institui o Dia Nacional da Defesa Civil.

Marcos Magalhães / Agência Senado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Fevereiro de 2017
Quarta, 22 de Fevereiro de 2017
13:30
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)