Cassilândia, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

Últimas Notícias

08/02/2010 07:13

Professor recomenda que consumidor evite comprar passagens em muitas parcelas

Alana Gandra, Agência Brasil

Rio de Janeiro - O professor de Finanças do Ibmec Rio, Nelson Augusto Frederico de Sousa, afirmou, em entrevista à Agência Brasil, que não é interessante para o consumidor brasileiro comprar passagens aéreas parceladas, “a menos que seja uma emergência e que não haja alternativa”. Na maioria das vezes, em parcelamentos prolongados, o valor da passagem pode subir até 150%.

Ele disse que cada companhia aérea tem uma forma de financiar as passagens e de fixar os juros cobrados aos clientes. Em geral, as taxas aeroportuárias são debitadas na primeira parcela.

Sousa considerou que o interessante é que o preço parcelado seja igual ao valor a vista. “Esse seria um financiamento interessante. Os outros são relativamente caros”. Para o consumidor, ele afirmou que o máximo de prestações deveria ser de seis parcelas. “Daí para a frente, começa a encarecer bastante”. Um parcelamento muito longo tem a desvantagem de que a viagem fica esquecida, “mas a conta continua ali na frente dele, todo mês”, ponderou o especialista.

Dependendo da taxa de juros embutida, o valor da passagem pode ficar 30% maior, no caso de juros de 3% cobrados em geral pelas companhias para 12 parcelas, revelou Nelson de Sousa. ”Para 36 parcelas, o valor mais do que dobra. Vai para 120% ou mais”. Conforme o professor do Ibmec Rio, o parcelamento muito extenso pode trazer dificuldades para o usuário.

Para Sousa, a tendência é de que os preços das passagens aéreas subam em um prazo mais curto. “Porque muita gente queantes não tinha acesso a isso está começando a viajar. Há uma demanda maior do que a oferta. Isso é que faz os preços das passagens subirem”.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)