Cassilândia, Quarta-feira, 08 de Julho de 2020

Últimas Notícias

04/06/2020 08:56

Professor de agronomia é liberado de cárcere mais de 10 horas após sequestro

Ele foi encontrado por uma testemunha que o levou até a polícia

Midiamax
Professor de agronomia é liberado de cárcere mais de 10 horas após sequestro

Foi localizado na manhã desta quinta-feira (4), o professor de agronomia de 33 anos, que foi sequestrado e mantido em cárcere privado durante o roubo da camionete em Chapadão do Sul, a 330 quilômetros de Campo Grande. Ele permaneceu mais de 10 horas em poder dos assaltantes.

Conforme as primeiras informações da Polícia Militar, o professor foi sequestrado durante o roubo da Hilux e levado para uma região próxima de Paraíso das Águas, município vizinho. Ele foi mantido em cárcere, vigiado por um dos assaltantes e solto na manhã desta quinta-feira.

Uma testemunha que passava pela região viu a vítima, a reconheceu e levou até o batalhão da Polícia Militar de Chapadão do Sul. A camionete do professor já tinha sido encontrada em Água Clara, quando era levada para outro município por um receptador.

Sequestro e desaparecimento
Por volta das 15 horas a esposa do professor procurou a polícia para relatar o desaparecimento do marido. Ele estava na camionete Hilux preta, com um aluno, em uma estrada vicinal nas proximidades da universidade. Eles estavam trabalhando e o aluno foi até um local cobrir uma tubulação, enquanto o professor ficou na estrada, com a camionete.

Quando o aluno retornou, não encontrou mais o professor. Ele telefonou para a vítima, que não atendeu. Ele estranhou o fato e comunicou a polícia e, em verificação nas imagens das câmeras da universidade, foi possível ver o momento em que a camionete passa em alta velocidade, seguindo uma moto e uma picape.

Já na madrugada desta quinta-feira (4), por volta das 3 horas, rapaz de 28 anos foi preso com a Hilux em Água Clara. Ele foi abordado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) e acabou confessando que pegou o veículo em um matagal em Chapadão do Sul e deveria levar até Dourados, onde receberia R$ 3 mil pelo serviço.

O rapaz não soube dar outros detalhes sobre o roubo e nem onde estaria a vítima. O caso é tratado como roubo majorado pela restrição de liberdade da vítima.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 08 de Julho de 2020
Terça, 07 de Julho de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)