Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/11/2005 10:05

Produtores de Japorã tombam carros da Iagro em protesto

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Em protesto aos baixos preços de indenização por bovinos sacrificados sob suspeita ou infectados com febre aftosa, produtores rurais do município de Japorã tombaram esta manhã dois carros da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) e depois se juntaram aos grupos que bloqueiam duas pontes de acesso ao Paraná.

Cerca de 500 pessoas teriam seqüestrado um ônibus na área rural e partiram para cidade, onde se dirigiram à sede da Iagro. No pátio havia cerca de 10 veículos e ao perceber a ação dos produtores os funcionários retiraram os outros do local. Foram tombados um Corsa e uma Toyota.

A manifestação seria em resposta à informação de que o governo não deverá pagar mais que o valor linear já estabelecido pela indenização de bovinos sacrificados – R$ 800,00 por boi e R$ 400,00 por vaca. Os produtores alegam que o valor seria de cerca de R$ 1,1 mil por boi. Na última quinta-feira o secretário de Produção e Turismo, Dagoberto Nogueira, anunciou que o valor da indenização seria revisto para o preço real dos animais e não mais por uma média. Mas ontem os produtores teriam recebido informação de que os valores contestados seriam mantidos e o clima ficou tenso. Até hoje foram abatidos cerca de 10 mil animais em Eldorado e Japorã.

Bloqueios- Produtores e comerciantes da região sul de Mato Grosso do Sul promovem desde às 7 horas o bloqueio das duas pontes de acesso ao Paraná, uma ligando Mundo Novo (MS) a Guaira(PR) e outra ligando Itaquiraí (MS) a Icaraíma (PR). O prefeito de Mundo Novo, Humberto Amaducci diz que não há previsão de suspensão enquanto o governo paranaense se mantiver irredutível no veto aos produtos de Mato Grosso do Sul, existente desde a segunda semana de outubro por conta da confirmação de focos de febre aftosa em Eldorado e Japorã.

No bloqueio de Mundo Novo a fila de caminhões e carros já atinge dois quilômetros, conforme o prefeito. Com a obstrução o Paraná terá de procurar uma nova rota para escoar produtos á região do Mato Grosso e de Rondônia.
Os cinco municípios interditados em função da febre aftosa – Mundo Novo, Itaquiraí, Iguatemi, Japorã e Eldorado – têm alta dependência essencialmente da agropecuária. Colaborou o repórter Celso Veiga, do jornal O Liberal, de Mundo Novo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)