Cassilândia, Quarta-feira, 15 de Julho de 2020

Últimas Notícias

12/03/2009 15:45

Príncipe Charles diz que mundo tem 100 meses para evitar

Vladimir Platonow , ABr

Rio de Janeiro - O príncipe Charles, da Inglaterra, disse hoje (12) que o mundo tem um prazo máximo de 100 meses, pouco mais de oito anos, para mudar a lógica econômica e começar a agir contra o aquecimento global. Charles discursou no Palácio do Itamaraty, no Rio de Janeiro, para empresários, autoridades políticas e convidados da comunidade britânica no Brasil.

“Estamos em um momento decisivo na história mundial. As melhores projeções nos dizem que temos menos de 100 meses para mudar nosso comportamento ante o risco de uma mudança climática catastrófica”, alertou.

Segundo ele, é preciso encontrar meio de, simultaneamente, procurar benefícios econômicos e proteger a natureza, o que está ligado diretamente à segurança da própria atividade econômica: “Este será o desafio central do século 21”.

Ele enfatizou a responsabilidade do Brasil, como quinto país mais populoso do mundo, de ajudar a solucionar a questão climática mundial. Como sugestão, propôs a criação de um título comercializado por países detentores de florestas tropicais, em troca da garantia de sua preservação.

Charles disse que o mundo está em uma corrida na qual todos participam, a fim de restaurar a harmonia das forças da natureza, prejudicadas pelas mudanças climáticas.

“Qualquer dificuldade que o mundo encare hoje não vai ser nada, comparada com os efeitos que o aquecimento global vai ter na economia mundial. Vai resultar na movimentação de pessoas escapando de enchentes ou secas, produção incerta de alimentos e falta de água e crescimento de instabilidade social e conflitos. Vai afetar o bem-estar de cada homem, mulher e criança no nosso planeta”, afirmou.

Na parte da tarde, Charles e sua mulher, a duquesa Camilla, visitam um projeto social no Complexo da Maré. Depois, seguem para o Jardim Botânico, onde se encontram com o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, e membros da comunidade britânica no Brasil.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 15 de Julho de 2020
Terça, 14 de Julho de 2020
16:30
Cassilândia, Paranaíba, Aparecida do Taboado e Inocência
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)