Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

14/04/2007 21:11

Presos na PF mantêm silêncio durante os depoimentos

Iolando Lourenço/ABr

Brasília - Alguns advogados que acompanharam os primeiros depoimentos das 25 pessoas presas ontem pela Operação Furacão, informaram que seus clientes têm mantido silêncio a maior parte do tempo, já que não têm conhecimento das acusações.

"Nossos clientes não sabem quais são as acusações", disse o advogado Délio Lins e Silva, que defende João Sergio Pereira. Segundo ele, a ordem de prisão expedida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) tem o objetivo de colher depoimentos.

O advogado Thiago Bouzo, que defende Júlio Guimarães, o presidente da Liga das Escolas de Samba do Rio, Capitão Guimarães, e o desembargador Regueira, afirmou que não teve acesso a nenhuma informação do inquérito.

"A gente não sabe qual é a acusação e, por isso, o silêncio tem sido uma constante. As acusações são genéricas e a própria decisão que decretou as prisões é abstrata. Portanto, não há do que se defender".Para Bouzo, a partir do momento em que os advogados tiverem acesso aos inquéritos é que vão orientar seus clientes sobre os depoimentos e as medidas a adotar.

O Supremo está digitalizando os inquéritos e os advogados não sabem quando ficarão prontos. Segundo Bouzo, a prisão preventiva, pela lei, é de até cinco dias, prorrogáveis por igual período.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)