Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/04/2007 21:11

Presos na PF mantêm silêncio durante os depoimentos

Iolando Lourenço/ABr

Brasília - Alguns advogados que acompanharam os primeiros depoimentos das 25 pessoas presas ontem pela Operação Furacão, informaram que seus clientes têm mantido silêncio a maior parte do tempo, já que não têm conhecimento das acusações.

"Nossos clientes não sabem quais são as acusações", disse o advogado Délio Lins e Silva, que defende João Sergio Pereira. Segundo ele, a ordem de prisão expedida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) tem o objetivo de colher depoimentos.

O advogado Thiago Bouzo, que defende Júlio Guimarães, o presidente da Liga das Escolas de Samba do Rio, Capitão Guimarães, e o desembargador Regueira, afirmou que não teve acesso a nenhuma informação do inquérito.

"A gente não sabe qual é a acusação e, por isso, o silêncio tem sido uma constante. As acusações são genéricas e a própria decisão que decretou as prisões é abstrata. Portanto, não há do que se defender".Para Bouzo, a partir do momento em que os advogados tiverem acesso aos inquéritos é que vão orientar seus clientes sobre os depoimentos e as medidas a adotar.

O Supremo está digitalizando os inquéritos e os advogados não sabem quando ficarão prontos. Segundo Bouzo, a prisão preventiva, pela lei, é de até cinco dias, prorrogáveis por igual período.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)