Cassilândia, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/04/2005 15:02

Presos 58 brasileiros quando tentavam chegar aos EUA

A polícia mexicana prendeu 58 brasileiros em um caminho rural do estado de Nuevo León, no norte do país, quando tentavam chegar sem documentos à fronteira com os Estados Unidos. Os brasileiros serão entregues às autoridades de migração para sua extradição, informou o comandante da Polícia Estatal de Caminos de Nuevo León, Rómulo Torres.
"Os brasileiros foram presos ontem quando viajavam em um ônibus em um caminho rural, no lugar conhecido como Congregação Cantú", informou Torres. Ele destacou que a polícia suspeitou de um ônibus transitando por esse caminho, por isso ordenou que o veículo parasse.

O comandante acrescentou que também foram presos os mexicanos Víctor Manuel Contreras, 48 anos, e David Casillas Torres, 40 anos. O primeiro tentou subornar o comandante da polícia oferecendo-lhe US$ 700.

Investigação

Atualmente autoridades americanas investigam um grupo de traficantes de pessoas, especializado em levar brasileiros aos Estados Unidos. Esse gurpo costuma cobrar cerca de US$ 10 mil. Luis Robles, diretor do departamento jurídico do INM, confirmou a existência de um grupo especializado em levar brasileiros que também está sendo investigado pela Procuradoria Geral da República.

Na última quinta-feira, 232 brasileiros foram presos no Texas (EUA) tentando entrar ilegalmente no país. Segundo a Patrulha de Fronteira dos EUA, o número de brasileiros que são detidos ao entrar ilegalmente nos Estados Unidos através da fronteira com o México triplicará este ano, chegando à cerca de 27 mil pessoas. Os registros oficiais apontam que desde 1 de outubro do ano passado (quando iniciou o ano fiscal de 2005) até ontem foram detidos 15.428 brasileiros. No ano fiscal de 2004 tinham sido apanhados 8.629. Portanto, a média, que era de 24 por dia no ano passado, agora é de 75.

De acordo com o chefe de Polícia de La Joya, no Texas, Ricardo Gorena, os brasileiros chegam sem medo. "Já chegou ao Brasil a notícia de que o cidadão do Brasil têm um tratamento diferenciado: em vez de ficarem na cadeia, esperando a deportação, eles são liberados depois de dar um endereço qualquer nos EUA, e ficam aguardando uma ordem judicial para se apresentar para uma audiência. Só que a grande maioria simplesmente passa a viver clandestinamente no país".

Esse tratamento diferenciado também desagrada à Comissão de Fronteira, do Congresso dos Estados Unidos - que já está pressionando o presidente George W. Bush a determinar um tratamento mais duro aos brasileiros.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)