Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

07/06/2009 19:53

Preso morto na Máxima faria 4 anos de casamento dia 20

João Humberto, Campo Grande News

Abalada com o assassinato do marido Charles Siqueira, morto hoje no presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, a adolescente de 17 anos disse ao Campo Grande News que ele é inocente. Segundo ela, os dois têm uma filha de quatro meses e no próximo dia 20 o casal faria quatro anos de casamento.

A adolescente chegou ao presídio por volta das 16h30 e ainda não sabe se o marido foi morto enforcado, como informou a advogada dele, Ana Lúcia Duarte Pinasso. De acordo com a jovem, os dois moravam em uma chácara perto do distrito de Anhanduí.

No dia 13 de abril, Charles foi preso na avenida Júlio de Castilhos, em Campo Grande. Com ele, foram encontrados R$ 3 mil em dinheiro e vários documentos, inclusive um contrato comercial.

Ele também estava sendo investigado pela morte do policial civil aposentado do Garras (Grupo Armado de Repressão e Resgate a Assaltos e Sequestros), Sérgio Marcos Gomez, de 43 anos. O crime ocorreu no dia 24 de janeiro, na avenida Manoel da Costa Lima, próximo ao cruzamento com a rua Dona Carlota, em Campo Grande.

A mulher de Charles alega que ele é inocente e diz que o marido jamais se envolveu com a criminalidade. “Quando ele foi preso, ficamos com muito medo de que fosse transferido para a Máxima, mas a transferência aconteceu à surdina”.

Charles ficou “conhecido” por trocar tiros com a polícia em duas ocasiões: primeiro em uma perseguição no dia 15 de fevereiro, em Anhanduí, e no dia 9 de abril, na saída para Sidrolândia.

“Estão dizendo que ele trocou tiros com a polícia e isso é mentira. Meu marido foi perseguido por gente que atirou no veículo dele, temos prova disso. No dia da troca de tiros a minha filha estava dentro do carro”, comunicou a adolescente de 17 anos.

Pesa contra Charles ainda a suspeita de sua participação no sequestro de um funcionário de banco em Nova Alvorada do Sul, no dia 12 de fevereiro, quando os assaltantes também trocaram tiros com a polícia.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)