Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/04/2011 17:10

Presidente da OAB defende limitação de prazo para o fim do sigilo

Agência Brasil/ Débora Zampier

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, defendeu hoje (14) que os documentos considerados sigilosos tenham prazo para ficar nesta situação. \"Não se pode ter, na democracia, documentos eternamente sigilosos. É necessário que a sociedade conheça a sua história e, a partir dela, possa corrigi-la e reescrevê-la melhor\", disse.

O projeto de lei que reduz o período de sigilo de documentos secretos já foi aprovado na Câmara dos Deputados e aguarda votação no Senado. Atualmente, os documentos considerados ultrassecretos ficam em sigilo por 30 anos, e o período pode ser renovado sem restrições. Se o projeto for aprovado, o prazo será reduzido para 25 anos, tendo permissão de renovação do período uma única vez.

Cavalcante afirmou ainda que é preciso que haja critérios para disciplinar o acesso aos documentos sigilosos. \"Acabamos todos nós, sociedade, ficando reféns da ausência de uma política de resgate da nossa história\". Ele afirmou que o projeto não trata de perseguição, mas, sim, do resgate da história do país.

O presidente da OAB voltou a defender a instalação da Comissão da Verdade, cuja proposta tramita atualmente na Câmara dos Deputados. Para ele, a postura da presidenta Dilma Rousseff sobre o asssunto “indica que há total espaço para que essa questão possa ser debatida, de forma franca e ampla, com o governo e o Parlamento. Precisamos avançar e ter coragem para instalar essa comissão\".

Edição: Lana Cristina


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)