Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/01/2007 07:55

Prescrição de remédios controlados ficará mais rigorosa

Anvisa

O Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC) foi apresentado ontem (24) aos coordenadores estaduais de Vigilância Sanitária para coleta de sugestões que possam aperfeiçoá-lo.

O encontro foi realizado em Brasília, no auditório da Anvisa. O sistema foi criado pela Agência para captar e fornecer informações a toda a rede de fiscalização do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS) sobre o consumo de produtos controlados, tais como anorexígenos (remédios para emagrecer) e antidepressivos.

A criação do sistema é uma resposta da Anvisa ao crescimento do consumo desses produtos no Brasil, pois seu uso inadequado ou em excesso pode acarretar graves prejuízos à saúde. A utilização do Sistema será obrigatória por todas as farmácias e drogarias que vendam medicamentos e substâncias sob controle restrito. A prescrição desordenada tem sido uma das causas apontadas pelas autoridades internacionais como promotora do crescimento.

“O sistema vai enfrentar a questão da prescrição exagerada, pois o nome do profissional que prescreveu ficará registrado. Poderemos, a partir daí, adotar ações que coíbam exageros”, afirmou o diretor-presidente da Anvisa, Dirceu Raposo de Mello, durante a explanação sobre o funcionamento do SNGPC. “A fiscalização das vigilâncias vai ser incrementada e o sistema vai ajudar nisso, municiando os fiscais com dados”, disse o médico da Anvisa, Eugênio Neves, que vem trabalhando no desenvolvimento do SNGPC.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)