Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/07/2006 15:06

Preços do álcool não devem baixar antes de setembro

Importação norte-americana, maior produção de açúcar e boa competitividade do combustível em relação à gasolina. Esses são os três principais fatores que deverão manter os preços do álcool em alta para o consumidor em plena safra da cana-de-açúcar.

Os preços na bomba dos postos devem permanecer nos níveis atuais ao menos até setembro próximo, segundo previsão de Antonio de Pádua Rodrigues, diretor-técnico da Unica (União da Agroindústria Canavieira de São Paulo).

Segundo Rodrigues, a importação de álcool pelos norte-americanos continua aquecida, não devendo cair nas próximas semanas. Para suprir a demanda, os EUA pagam até 20% a mais do que os preços praticados no mercado interno brasileiro. Com preço compensador à exportação, sobra menos produto para o mercado nacional.

A alta dos preços do açúcar no mercado externo também contribui para a menor produção de álcool. Como o açúcar dá mais lucro aos produtores, eles preferem destinar uma parcela maior da cana a esse produto. O resultado é o mesmo: menor produção de álcool.

O aumento da frota nacional de veículos bicombustíveis (movidos a álcool e gasolina) também contribui para manter aquecidos os preços do álcool, devido ao maior consumo.

Apesar de estarem em alta, os preços atuais do álcool "não são absurdos; o preço ainda é competitivo em relação ao da gasolina", diz Rodrigues. "O alto preço do petróleo no mercado internacional também valoriza o álcool", afirma Rodrigues. Ontem, o barril de petróleo fechou a US$ 75,92 em Londres e a US$ 75,30 em Nova York.

Nova alta - Depois de cair com força em maio e no mês passado, os preços do álcool combustível estão novamente em alta. Pesquisa da ANP (Agência Nacional do Petróleo) detectou aumento médio de 0,5% na bomba em todo o país durante a semana encerrada no sábado, dia 15.

Na comparação com a semana iniciada em 18 de junho, a alta chega a 0,94% considerando o preço médio nacional do álcool, de R$ 1,611 por litro.
Apesar de receber adição de 20% de álcool, a gasolina ainda não subiu -o preço médio nacional teve ligeira queda de 0,04% na semana encerrada em 15 deste mês, chegando a R$ 2,543 o litro.

Em São Paulo, Estado que concentra a maior produção de álcool do país, o preço médio ao consumidor aumentou 0,69% na semana terminada no dia 15, passando a custar R$ 1,32 o litro. A gasolina, por sua vez, teve queda de 0,33% na semana, custando R$ 2,418 o litro.

Apesar do aumento, ainda é vantajoso para o consumidor abastecer com álcool em São Paulo. O litro do combustível derivado da cana-de-açúcar custa o equivalente a 54% do preço da gasolina.

No Estado do Rio de Janeiro, porém, o preço do álcool já bateu no limite. Chegou a 70% do valor da gasolina, sendo vendido, em média, a R$ 1,766 o litro na semana de 9 a 15 deste mês, com queda de 0,22% em relação à semana anterior. No Estado, a gasolina era comercializada a R$ 2,525 por litro, com redução de 0,04%.

Na média nacional, o preço do álcool correspondia a 63% do valor cobrado pelo litro da gasolina, segundo a ANP.



Fonte: Folha Online

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)