Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/08/2004 09:32

Praga afeta 80 hectares de bananeiras em Pedro Gomes

Campo Grande News


Mesmo com as barreiras preventivas da Iagro (Agência Estadual de Defesa Animal e Vegetal) não foi possível evitar a chegada da sigatoca negra em Mato Grosso do Sul. Segundo o fiscal da DFA (Delegacia Federal de Agricultura), Humberto Fernandes Pregelli, a doença já afetou uma área de 80 hectares no município de Pedro Gomes e outros 40 hectares, do entorno, ainda devem ser avaliados. “Ainda não vimos a extensão dos focos ou se atinge outros municípios mas acreditamos que a doença se restringe ao local onde foi encontrada”, diz.

A área deve ser interditada mas o grande dilema é o que fazer e se é possível permitir a comercialização dos produtos de áreas infectadas mediante tratamento. Isso porque considerando a produtividade de 10 toneladas por hectares são 800 toneladas, sendo que o consumo interno não absorve 0,5% disso, segundo Pregelli.

“Vamos procurar subsídio para tratar a banana e possivelmente interditar a área. Inclusive já pedimos às pessoas para não irem ao local, sob o risco de levar os esporos do fungo para outras localidades”, diz. A doença, é causada pelo fungo Micosphaerella fijiensis, e é a mais grave, pois ataca praticamente todas as variedades e já dizimou pomares na América Central e no Norte da América do Sul. Focos da doença no Brasil são registrados desde 1998.

Em Mato Grosso do Sul, os levantamentos em bananais são feitos sistematicamente nos últimos seis anos em regiões produtoras, hoje Coxim, Pedro Gomes, Paranaíba, Aquidauana, Rio Negro e São Gabriel.








Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)