Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/10/2014 14:38

Policial federal reagiu a assalto e advogado morreu na troca de tiros

Campo Grande News

O advogado criminalista Marcio Alexandre dos Santos, 32 anos, morto na madrugada de hoje (25), com oito tiros, em Dourados, a 233 quilômetros de Campo Grande, pode ter ficado no meio do fogo cruzado entre bandidos e um policial federal que o acompanhava no veículo, segundo informações do site 94 FM Dourados.

O policial federal se apresentou à polícia e disse que reagiu ao assalto. Ele contou ainda que não sabe se os tiros que mataram o advogado, saíram de sua arma ou dos bandidos, já que ficou no meio do fogo cruzado. O presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB (Ordem dos Advogados) de Dourados e conselheiro estadual da entidade, Marcio Fortini, esteve na delegacia para apurar o caso.

Conforme o policial federal, Marcio Alexandre teria parado a caminhonete Hilux SW4 na rua para urinar, quando os bandidos anunciaram o assalto. O veículo foi roubado e a polícia acredita que tenha sido levada para o Paraguai. Na fuga, os bandidos ainda atropelaram a vítima.

O delegado Lupércio Degerone, que investiga o caso, disse ao site 94 FM que já pediu o exame de balística para determinar de que arma saíram os tiros que matou o profissional.

Márcio Alexandre foi morto por volta das 4 horas da manhã, no cruzamento das ruas Albino Torraca com Ciro Melo, no centro de Dourados. Ele foi atingido por oito tiros, sendo um na cabeça, cinco nas costas e um cada braço por uma pistola 09mm. A polícia trabalha com a possibilidade de latrocínio, já que os bandidos levaram o carro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)