Cassilândia, Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

23/12/2003 07:32

Policiais vitimados podem ter prioridade em hospital

Agência Câmara

O Projeto de Lei 266/03, apresentado pelo deputado Carlos Nader (PFL-RJ), prioriza o atendimento em hospital ao policial civil ou militar, agente federal e bombeiro vitimados no exercício de suas funções. Segundo o texto, os hospitais particulares serão indenizados, nos termos da tabela do Serviço Único de Saúde (SUS), pelo atendimento prestado.
A proposta também define que a negativa ao atendimento implicará em crime de omissão de socorro, passível de penalidades previstas no Código Penal brasileiro.
O autor do PL lembra que os policiais muitas vezes não têm convênio ou plano de saúde, "e muitos acabam com seqüelas permanentes devido à falta de assistência médica adequada". O parlamentar afirma ainda que aqueles profissionais arriscam a própria vida em defesa do Estado e da sociedade, "sabendo-se que a sua recuperação plena implicará no retorno à atividade e na possibilidade de salvar outras vidas".

PROJETO APENSADO
A matéria foi apensada ao Projeto de Lei 189/99, do deputado Alberto Fraga (PMDB-DF), que estabelece a obrigatoriedade de atendimento médico ao policial e bombeiro vítima de acidente decorrente da função pública. As duas propostas se encontram em análise na Comissão de Constituição e Justiça e de Redação, tendo sido aprovadas com alterações pela Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional e rejeitadas pela Comissão de Seguridade Social e Família.
O deputado Henrique Fontana (PT-RS), que atuou como relator do voto vencedor na Comissão de Seguridade, entende que a proposição, ao definir como prioritário o atendimento ao policial ou bombeiro, discrimina a população em geral. Quanto à garantia de atendimento ao vitimado, o parlamentar ressalta que essa determinação já consta do Código Penal, ao definir pena de um a seis meses de prisão ou multa para quem deixar de prestar assistência à pessoa ferida.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 19 de Janeiro de 2017
Quarta, 18 de Janeiro de 2017
21:49
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Terça, 17 de Janeiro de 2017
23:53
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)