Cassilândia, Quarta-feira, 08 de Abril de 2020

Últimas Notícias

05/03/2020 16:00

Placa Mercosul baixa até 11% na Capital e Procon ainda quer mais desconto

Correio do Estado

A obrigatoriedade das placas Mercosul completou um mês nesta semana e o Procon continua lutando para equiparar os preços de Mato Grosso do Sul aos praticados em estados vizinhos. Nesse intervalo de tempo, o serviço já apresentou redução de até 9,33% para motos e 11% para veículos que usam duas identificações visuais.

No dia 3 de fevereiro, o valor do serviço era um dos mais caros do país e chegava a R$ 300. Levantamento feito pelo Correio do Estado nessa quinta-feira (5) mostra que o valor máximo cobrado atualmente é de R$ 272 pela GR Placas.

Essa empresa reduziu o preço do par de placas em 9,33% desde o início de fevereiro. Para motos, o produto despencou de R$ 150 para R$ 136, o que representa decréscimo de 9,33%.

Para os automóveis, o serviço mais barato está na Íons Placas. O local cobra R$ 258 pelas duas chapas. Em comparação com os preços iniciais, houve queda de R$ 32. A credenciada cobra R$ 140 pela unidade, desconto de 6,67% em relação à tabela inicial.

Contudo, é na Placar que os donos de motos encontram hoje o serviço mais em conta. A unidade da placa custa R$ 133 e o par sai por R$ 266, ambos valores tiveram recuo de 6,99%.

Já a MS Placas trabalha atualmente com preços de R$ 135 pela unidade e R$ 265 pelo par, reduções de 3,57% e 5,36% respectivamente.

A novata Embrasplak entrou no mercado há alguns dias cobrando R$ 260 pelo par e R$ 140 pela unidade.

DEFESA DO CONSUMIDOR

O superintendente do Procon, Marcelo Salomão, disse ao Correio do Estado que continua trabalhando para baixar os valores e tem reunião marcada com a Embrasplak para tentar um bom desconto.

Ele disse ao Correio do Estado que o departamento jurídico da Procuradoria já está com todas as informações prestadas pelas credenciadas e em breve deverá emitir um parecer na investigação que apura exagero na margem de lucro, o que levou aos altos preços.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 08 de Abril de 2020
Terça, 07 de Abril de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)