Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/10/2015 20:15

Pivô de escândalo, João Amorim se entrega; Olarte segue foragido

Campo Grande News

O empresário João Amorim, acusado de comandar a organização para fraudar e desviar recursos públicos e de coordenar a cassação do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), entregou-se, por volta das 13h de hoje (1º) e vai ficar preso no preso no Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Assalto a Banco e Sequestros). Ele se entregou após a prisão ser decretada pelo desembargador Luiz Cláudio Bonassini da Silva, do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

Ontem, o magistrado decretou a prisão de Amorim e do prefeito afastado de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP). A prisão é temporária e vale por cinco dias. Como houve vazamento do pedido, o magistrado não informou o Gaeco da decisão e usou uma equipe da Polícia Militar do Poder Judiciário para notificar Olarte e Amorim.

Amorim e Olarte são investigados na Operação Coffee Break, que apura compra de vereadores para cassar o mandato de Alcides Bernal (PP).

O empresário também é investigado na Operação Lama Asfáltica, da Polícia Federal. Ele emprestava o jatinho para políticos. Só nas obras investigadas pela PF, o grupo de Amorim desviou R$ 11 milhões dos cofres públicos.

Como Amorim está preso, só Olarte é considerado foragido pela Justiça.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)