Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/10/2008 19:26

PF descobre quadrilha que fraudava licitações dos ECT

Maria Eugênia Castilho

São Paulo - A Polícia Federal desmontou hoje (30) uma quadrilha que cometia irregularidades na venda e na transferência de agências franqueadas dos Correios e em serviços de postagens de grandes clientes por meio da Operação Déjà Vu (já visto em Francês). A ação foi deflagrada nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Distrito Federal.

De acordo com a nota divulgada pela Polícia Federal, em Sorocaba (SP), além da fraude na aquisição de agências franqueadas dos Correios, foi descoberto “um esquema de transferência ilegal de serviços de postagens de grandes clientes para uma específica franquia, privilegiando o interesse particular e, detrimento do público, causando prejuízo de aproximadamente R$30 milhões à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT )”.

Também foram constatadas fraudes de R$21 milhões em licitações dos Correios e do Incra para aquisição de equipamentos e soluções em Tecnologia de Informação (TI).

Segundo a Polícia Federal, foram cumpridos 43 mandados de busca e apreensão e 19 de prisão temporárias, expedidos pela Justiça Federal das Subseções de Sorocaba, Campinas e Brasília. Os investigados foram indiciados por extorsão, tráfico de influência, corrupção ativa e passiva, formação de quadrilha, advocacia administrativa (crime praticado por funcionário público contra a adminstração em geral que consiste em patrocinar interesse privado valendo-se da qualidade de funcionário), falsidade ideológica e descaminho entre outros. A pena para os crimes poderá variar de 2 a 12 anos de prisão.

A direção dos Correios divulgou nota informando que não tinha conhecimento da operação deflagrada pela Polícia Federal e que as investigações corriam em segredo de justiça. O departamento jurídico da empresa foi acionado para acompanhar o andamento do processo e afirmou que vai colaborar o máximo possível como o trabalho da da PF.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)