Cassilândia, Domingo, 17 de Janeiro de 2021

Últimas Notícias

03/12/2020 17:00

PF deflagra operação para apurar desvios de recursos em Goiás

A ação investiga compra de materias no combate à covid-19

Agência Brasil
PF deflagra operação para apurar desvios de recursos em Goiás

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (3) a Operação Aventura que investiga indícios de desvios de recursos públicos na contratação de empresas para a prestação de serviços de saúde no município de Crixás (GO). As irregularidades se concentram no fornecimento de materiais hospitalares para o combate à pandemia do novo coronavírus (covid-19). As pessoas jurídicas investigadas receberam, em 2020, aproximadamente R$ 4 milhões da prefeitura de Crixás.

Realizada em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU), as investigações apontam que os representantes e/ou sócios proprietários das empresas teriam obtido contratos para compra de itens com sobrepreço de 100 a 300%, comparados à média nacional de preços do Painel de Contratações relacionadas à covid-19 da CGU.

A operação cumpre15 mandados de busca e apreensão nos municípios goianos de Crixás, Rubiataba, Alto Horizonte, Goiânia e Aparecida de Goiânia. Os trabalhos contam com a participação de 66 policiais federais e de 10 servidores da CGU.

“As supostas irregularidades praticadas pela Prefeitura de Crixás, quanto a recursos destinados à aquisição de materiais hospitalares para as unidades de saúde, podem ter colocado vidas em risco e afetado a qualidade no atendimento da população local (cerca de 17 mil habitantes)”, disse a CGU.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Janeiro de 2021
Sábado, 16 de Janeiro de 2021
00:00
São José do Rio Preto, São Paulo
Sexta, 15 de Janeiro de 2021
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)