Cassilândia, Quinta-feira, 19 de Julho de 2018

Últimas Notícias

08/12/2017 09:20

Petrobras analisa mudanças na política de preços do gás para evitar aumentos

Midiamax

O gerente de marketing da Diretoria Executiva de Refino de Gás Natural da Petrobras, Flávio Tojal, disse que a empresa está analisando uma alteração na política de preços para o gás. A Petrobras anunciou um aumento acumulado de 50% desde agosto e, em novembro, segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o preço médio do botijão estava em R$ 65.

Tojal participou de audiência pública sobre os aumentos dos preços de gás de cozinha e da gasolina na Comissão de Legislação Participativa da Câmara nesta quinta-feira (7). Ele explicou que eventos extremos impactaram os preços, determinados pelas variações internacionais, uma vez por mês.

"A diretoria está sensível aos impactos que o mercado tem apresentado nos preços do gás. Este ano, nós tivemos situações fora de controle, como o furacão nos Estados Unidos. Eventos fora do normal que provocaram esses preços para cima. A diretoria da Petrobras está analisando algum ajuste, alguma adequação na política de preços de maneira a mitigar um pouco seus efeitos sobre os consumidores", informou.

Questionado pelo deputado Chico Lopes (PCdoB-CE), um dos autores do requerimento para o debate, Tojal explicou que apenas 35% do preço do gás são de responsabilidade dos aumentos anunciados pela Petrobras. 46% do preço são fixados pelos custos e margens de lucro das distribuidoras e das revendas. Os impostos ficam com o restante. No caso da gasolina, apenas 29% têm participação da Petrobras. 13% vêm do álcool adicionado à gasolina e 12%, de distribuidores e revendedores.

A chefe da Divisão de Sanções Administrativas, da Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor, Jacqueline Raffoul, sugeriu a implementação de subsídios para a população mais pobre adquirir o gás de cozinha em função da importância do produto para essa faixa de renda. Ela disse que muitos Procons estaduais relataram aumentos abusivos de preço nas revendas e, em Recife, foi registrado caso de queimadura de consumidor pela substituição do gás por álcool no preparo dos alimentos.

Desde 2016, os preços dos combustíveis seguem o mercado internacional de maneira mais constante e, no caso da gasolina, os reajustes podem acontecer a qualquer momento.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 18 de Julho de 2018
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
Terça, 17 de Julho de 2018
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
Segunda, 16 de Julho de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)