Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/01/2008 08:02

Pesquisadores "caçam" raios no céu de Belém

Amanda Mota/ABr

Manaus - Uma missão inédita na Amazônia colocou hoje (23) mais de 30 pesquisadores para "caçar" raios no céu de Belém (PA). Trata-se do primeiro experimento de raios induzidos na Amazônia e o trabalho deverá durar 30 dias.

O projeto científico é realizado por 11 instituições nacionais, incluindo as universidades federais do Pará (UFPA) e de Minas Gerais (UFMG), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), o Comando da Aeronáutica, o governo do Pará e a estatal Eletronorte.


Os resultados do trabalho dos pesquisadores contribuirão para o estudo das mudanças climáticas, a melhoria das condições de segurança das linhas de transmissão telefônica e de eletricidade, e ainda para o aperfeiçoamento dos avisos de tempestades e de descargas elétricas para a Defesa Civil na Amazônia.


Uma das coordenadoras do projeto, Brígida Rocha, da UFPA, explicou que a Amazônia concentra um alto índice de raios e que o período escolhido tem a ver com a incidência das chuvas na região, maior nesta época do ano.

"Estamos no período das chuvas, que traz uma probabiidade maior de incidência de raios. Isso facilita nosso trabalho, apesar dos inconvenientes de se trabalhar sob a chuva", disse.


Os cientistas usarão foguetes que serão lançados em direção às nuvens e funcionarão como se fossem pára-raios. Cada foguete ajudará a captar, de forma controlada, as descargas atmosféricas que posteriormente serão analisadas pelos pesquisadores.

"O experimento vai beneficiar toda a população, uma vez que, melhorando a proteção, o sistema de distribuição e de transmissão dos sistemas elétricos e telefônicos, automaticamente se melhorar a qualidade da energia, com redução das horas de interrupção, por exemplo", informou a coordenadora.


Brígida Rocha destacou ainda que a pesquisa "vai garantir mais segurança para os trabalhadores expostos às tempestades na hora de fazerem manutenção em redes, em antenas e torres".



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)