Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/03/2004 10:46

Pecuaristas podem renegociar dívidas com Banco do Brasil

Eudete Petelinkar

"Da mesma forma que a lavoura de Mato Grosso do Sul sofreu com a estiagem prolongada, provocando prejuízos para os produtores, a pecuária também sofre com o problema". A afirmação é do presidente da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Leôncio de Souza Brito Filho, que
busca alternativas para amenizar o problema, como a renegociação da dívida do produtor.

Nesta Quarta-feira (23/03), a diretoria da Famasul se reuniu com o superintendente do Banco do Brasil, Marcos Galles, e o gerente de agronegócios, Carlos Werner, para explicar a situação. "Assim como a Comissão da Agricultura da Famasul buscou e conseguiu uma alternativa para amenizar os prejuízos dos produtores de soja, precisamos também de uma solução para o problema dos pecuaristas", disse.

De imediato o superintendente sinalizou a concessão de uma negociação amigável. No caso de dívidas de custeio pecuário, o banco vai estudar caso a caso para conceder a prorrogação de prazo.

De acordo com Léo Brito, as dificuldades que o produtor enfrenta hoje vão refletir em toda cadeia produtiva, visto que cerca de 7 milhões de bezerros estão em fase de desmama e no período de abate, previsto para setembro, o animal não deverá estar pronto por falta de pastagens. “As águas de março, cantada por Tom Jobim, não vieram este ano deixando o gado sem pasto”, comenta Brito, lembrando que o produtor rural depende o tempo todo do clima para desenvolver bem suas atividades.




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)