Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

20/08/2013 13:32

Pecuarista que espancou filho gay pode ser condenado a 8 anos de prisão

Evelyn Souza, Campo Grande News

A Polícia Civil já concluiu o inquérito sobre as investigações do pecuarista, que espancou o filho na madrugada do dia 29 de julho, em Três Lagoas, que fica a 331 quilômetros da Capital. As agressões aconteceram depois que o pai descobriu que o filho é homossexual. Apesar do crime não ser oficial, ele também foi indiciado por homofobia.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Paulo Henrique Rosseto de Souza, o pecuarista foi indiciado por tortura e injúria e os crimes ultrapassam oito anos de prisão, caso seja condenado. O inquérito foi encerrado na semana passada e encaminhado ao judiciário.

O caso ganhou repercussão nacional pela crueldade. Conforme a Polícia Civil, ao descobrir que o filho é homossexual, o pai o agrediu e tentou trancar o adolescente em um quarto sem energia elétrica. O rapaz foi levado para a casa da avó, mas foi seguido pelo pai e agredido novamente. Durante as agressões, o pai dizia que o filho “estava com o demônio no corpo”.

O próprio pecuarista levou o filho até o hospital da cidade e no caminho ameaçou jogar o adolescente do veículo se ele não voltasse a “ser homem”.

Após as agressões o adolescente foi levado para o hospital pelo próprio pai, que no caminho ainda ameaçou matar o filho caso ele não mude a orientação sexual. Segundo testemunhas o pecuarista amarrou uma corda na perna do garoto e ameaçou jogar ele para fora do carro e arrastar na rua.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)