Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/10/2006 14:42

Paraguai vacina 3 mil bovinos contra febre aftosa


O diretor do Serviço Nacional de Sanidade Animal (Senacsa), do Paraguai, disse que a campanha de vacinação contra a febre aftosa atingiu cerca de 97% do rebanho bovino do país e que não são verdadeiras as informações de que 3 mil cabeças de gado pertencentes a micro e pequenos produtores rurais de San Pedro não receberam vacina em sinal de protesto contra o Governo. Já o carregamento de 26 toneladas de carne brasileira apreendido na semana passada em Pedro Juan Caballero será destruído.

Na semana passada o presidente da Associação de Pequenos Produtores Rurais de San Pedro, Vicente Imlach, insinuou a presença de febre aftosa em território paraguaio. Ele disse que não adiantava vacinar o rebanho se o vírus da doença continuava presente e causando prejuízos econômicos para chacareiros e sitiantes da região. A estimativa era de que 3 mil cabeças tinham ficado sem vacina.

O diretor do Senacsa, Hugo Corrales, rebateu as acusações e disse que 97% do rebanho havia sido vacinado. Já em San Pedro, segundo ele, a meta era vacinar 1.146.046 cabeças, mas a vacina foi aplicada em 1.186.640, representando mais de 100% do plano inicial. "Isso acontece em virtude do contrabando de gado. Esse trabalho está todo documentado", garante.

Corrales fala que não existem riscos de gado não vacinado em assentamentos rurais contaminar outros animais. Segundo ele, estão sendo formadas comissões para atender reivindicações que vêm sendo feitas pelos acampados e assentados. "A vacina contra aftosa que estamos disponibilizando tem certificação internacional, sendo inspecionada pelas autoridades sanitárias da Europa".



Correio do Estado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)