Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/05/2007 06:20

Para juíza, Lei 11.441 trouxe dignidade ao ser humano

TJ/GO

A Lei 11.441 guarda em si valores sociais maiores, de modo a alcançar direitos fundamentais, como a dignidade da pessoa humana, a solidariedade social, o afeto e a privacidade. Essas foram, na opinião da juíza Maria Luíza da Póvoa Cruz, da 2ª Vara de Família, Sucessões e Cível de Goiânia, durante a palestra Comentários sobre a Lei nº 11.441 - Separação, Divórcio e Inventário pela Via Administrativa, ministrada na 5ª Jornada Jurídica do Poder Judiciário.

Maria Luíza fez uma explanação didática sobre separação judicial, separação de fato e divórcio, com abordagens no Código Civil e na Lei 11.441, que entrou em vigor em janeiro deste ano. Ela explicou que o divórcio pela via administrativa proporciona menor intervenção do Estado na vida do cidadão. "A lei garante maior facilidade na realização do divórcio e ajuda a desafogar o Judiciário, embora este tipo de ação não seja a maior responsável pelo acúmulo de processos", afirmou. Maria Luíza ressaltou ainda que separações ou partilhas simples ajudavam a emperrar a Justiça devido aos prazos de tramitação que cada modalidade possui.

A juíza afirmou que a lei surpreendeu a todos devido à ausência de vacatio legis (prazo para entrar em vigor). No entanto, ressaltou, embora tenha desjudicializado e desburocratizado os procedimentos legais que envolvem o divórcio, a partilha de bens e o inventário não se deve misturar informalidade com insegurança jurídica. A lei tornou mais célere e mais baratos os trâmites, mas não tirou o embasamento legal, apenas alterou dispositivos do Código de Processo Civil.

A 5ª Jornada Jurídica seguirá hoje, a partir das 14 horas, com a palestra ministrada pelo mestre em Direito Processual pela UFRJ, Marcos Paulo Dutra, vai abordar Transação Penal - Pontos Controvertidos. Em seguida, o delegado da Polícia Federal do Rio de Janeiro, Bruno Zampier, falará sobre Aplicação do Direito Fundamental no Direito Privado. O encerramento será com o painel Ética na Esfera Profissional, com a participação do desembargador aposentado Homero Sabino de Freitas, o promotor de Justiça Saulo de Castro Bezerra, e o presidente da OAB-GO, Miguel Ângelo Cançado. A mediação ficará a cargo do desembargador Vítor Barboza Lenza. (João Carlos de Faria)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)