Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/03/2005 15:34

Para Famasul, alongamento de prazo ‘desafoga’ produtores

Aline Rocha / Campo Grande News

O presidente da Famasul (Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul), Leôncio Brito, afirmou hoje, em entrevista ao programa Noticidade, que os produtores estavam “morrendo afogados” e precisavam esticar os prazos das dívidas rurais.
Brito participou da reunião na terça-feira com ministros, governantes e produtores em na cidade de Rio Verde, em Goiás. No encontro, segundo ele, 12 estados brasileiros estavam representados. “Essa reunião firmou uma parceria entre o campo, executivo e legislativo”, comenta. Conforme Brito, isso, além da criação da Comissão de Agricultura, mostra que o governo entende que o agronegócio é a base da economia. “O agronegócio interfere em outras cadeias produtivas, como o comércio”, analisa.
O presidente da Famasul explica que devem ser liberados pelo Banco do Brasil R$ 700 milhões, que fazem parte dos R$ 3 bilhões para a comercialização da safra. “Estamos negociando para que o custeio de 2005 e 2005 sejam prorrogados os prazos para que os produtores possam se recompor”, diz. Ele afirma ainda que estão sendo feitas conversas com multinacionais que fornecem insumos para que as parcelas também sejam prorrogadas.
De acordo com o presidente, o erro foi o Governo ter deixado a situação chegar nesse ponto. Para Brito, o cenário deve melhorar. “Tem chovido mais no outono que no verão, acredito que teremos uma boa safra”, prevê. “O agricultor tem que ter reservas, guardar quando estamos em época de “vacas gordas”, para ter na época de crise, confiamos muito em nossos parceiros, e às vezes a cadeia quebra”, analisa.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)