Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

31/03/2015 09:11

Operação do Gaeco na prefeitura apura irregularidades na saúde de Naviraí

Helio de Freitas, Campo Grande News

Duas equipes do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) estão neste momento na prefeitura de Naviraí, a 366 km de Campo Grande. Até o momento não há informações oficiais sobre o motivo da operação. A assessoria de comunicação da prefeitura informou que os policiais e promotores estariam à procura de documentos.

O Campo Grande News apurou que o caso é relacionado a denúncias envolvendo a Secretaria de Saúde e a farmácia municipal que distribui medicamentos gratuitos a pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde). A operação é comandada pelo coordenador do Gaeco, promotor Marcos Alex Vera de Oliveira.

Apenas mandados de busca e aprensão de documentos estão sendo cumpridos na sede da prefeitura, na Secretaria de Saúde, na casa do prefeito Léo Matos (sem partido) e na casa da gerente municipal de Saúde, Anelise Coelho.

No ano passado, a cidade de Naviraí foi sacudida pela Operação Atenas, da Polícia Federal, que prendeu dez pessoas acusadas de envolvimento no esquema de corrupção montado na Câmara Municipal. Entre os presos estavam cinco vereadores, um deles o então presidente, Cícero dos Santos, acusado de comandar o esquema.

Passados quase seis meses, os 13 vereadores eleitos em 2012 estão fora do Legislativo por envolvimento no esquema desvendado pela Operação Atenas. Cinco já foram cassados, dois renunciaram e seis respondem a processo por quebra de decoro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)