Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/07/2015 16:15

Operação combate irregularidades no Minha Casa, Minha Vida

Agência Brasil

A Polícia Federal e a Controladoria-Geral da União deram início a uma operação para desarticular um grupo suspeito de fraudar licitações do Programa Minha Casa, Minha Vida em Goiás e Minas Gerais.

Foram executados cinco mandados de condução coercitiva (quando o investigado é conduzido para prestar depoimento e liberado em seguida), e quatro de busca e apreensão nas cidades mineiras de Campo Belo, Lavras, Formiga e Belo Horizonte.

Segundo a controladoria, os valores dos empreendimentos executados pelas empresas investigadas totalizam cerca de R$ 240 milhões em todo o Brasil e R$ 139 milhões somente em Minas Gerais.

O grupo investigado é formado por empresários da construção civil, servidores públicos municipais, e empregados da Caixa Econômica Federal. A polícia não informou o nome dos envolvidos.

A suspeita é que houve irregularidades na contratação de obras, como superfaturamento na compra de terrenos, e direcionamento de licitação, bem como superfaturamento na execução de obras e pagamentos indevidos.

Os integrantes da organização criminosa são investigados pelos crimes de estelionato, associação criminosa, corrupção passiva, corrupção ativa, uso de documentos falsos e peculato.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)