Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/02/2015 15:57

Novo secretário de Agricultura quer tirar potencial de MS do papel

Campo Grande News

Empossado hoje no comando da Sepaf (Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar), o engenheiro agrônomo Fernando Mendes Lamas fechou o primeiro escalão do governo de Reinaldo Azambuja (PSDB).

O titular da 13ª secretaria destacou que é preciso tirar planos do papel e alavancar a produção. “Algumas coisas me incomodam. O Estado tem potencial, mas muitos setores têm ficado no potencial”, afirmou Fernando Lamas.

Segundo ele, a intenção é unificar segmentos, seja público ou privado, para alavancar a produção do Estado. Os setores estratégicos são grãos, fibra e energia. Mas também estarão na pauta da Sepaf projetos como a cultura de melancia em Eldorado e do abacaxi em Fátima do Sul, Vicentina e Novo Horizonte do Sul.

Fernando Lamas contou que trabalhou com Agricultura Familiar na década de 1980 e tem preocupação em organizar o setor para que o comprador fique seguro. “Ter uniformidade e regularidade de produção”, disse, durante a posse na Governadoria, na Capital.

Para ele, a produção pode alcançar Paraná e São Paulo, estados que dominam o mercado. Essa modalidade de cultivo se estrutura basicamente nos assentamentos, em que a produção é fonte de renda para as famílias.

“Temos que buscar convergência de esforços para otimizar recursos financeiros e humanos”, afirmou o titular da Sepaf. No primeiro mês de gestão, a pasta foi comandada por Eduardo Riedel, secretário de Governo e Gestão Estratégica.

Nove milhões – A recuperação das pastagens voltou a ganhar espaço na agenda programática do governo. A exemplo dos antecessores Zeca do PT e André Puccinelli (PMDB), Azambuja prometeu programa para recuperar 9 milhões de hectares de pastagem. A gestão tucana ainda deve investir em projeto de produção garantida e estuda desoneração de imposto para óleo diesel.

Também está na lista de prioridades os portos de Porto Murtinho, Corumbá, Ladário e Bataguassu. Ainda no quesito logística, o governador disse que aproveitou a visita da presidente Dilma Rousseff (PT), que veio a Campo Grande na última terça-feira, para lembrar que Mato Grosso do Sul tem pressas nos editais de concessão de ferrovias.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)