Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

07/08/2007 19:10

Nota à imprensa

Agência Ministério da Justiça

O episódio relacionado à equipe de boxe da delegação cubana nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro foi resolvido na forma da lei e da Constituição, com atendimento ao direito de escolha dos atletas Guillermo Rigondeaux Ortiz e Erislandy Lara Zantaya.

Os fatos ocorreram como segue:

· No dia 20 de julho último, os dois atletas deixaram a Vila Olímpica sem documentos.

· Foram localizados no final do dia 2 de agosto, em Praia Seca, Araruama (RJ), por policiais militares.

· Encaminhados à sede da Polícia Federal em Niterói (RJ), por orientação da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça, prestaram depoimento assistidos por advogado e intérprete. Erislandy Lara Zantaya informou ao delegado Felício Laterça que, ao encontrar um pescador na cidade de Araruama, ele e seu colega solicitaram ajuda para acionar a polícia, tendo o pescador discado para o número 190. Em poucos minutos os policiais militares chegaram ao local.

· Nos seus depoimentos, os atletas afirmaram ainda não desejarem refúgio, pois disseram "amar o seu país, seus familiares, não ter problemas políticos ou religiosos, bem como são personalidades em Cuba". (Trecho do termo do primeiro depoimento dos atletas).

· No dia 4 de agosto, data do embarque, ambos foram ouvidos novamente, quando reafirmaram o desejo de voltar a Cuba.

· A Polícia Federal cumpriu todas as determinações legais que se aplicam ao caso e cometeria flagrante ilegalidade e desrespeito às normas internacionais se detivesse os atletas no Brasil contra a sua expressa manifestação de vontade.

A informação é do Ministério da Justiça

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)