Cassilândia, Terça-feira, 19 de Novembro de 2019

Últimas Notícias

09/09/2019 11:40

No fim do prazo, Câmara deve votar MP que agiliza leilão de bens do tráfico

Campo Grande News

 

A Câmara dos Deputados poderá votar, a partir de terça-feira (10), a Medida Provisória 885/19, que agiliza o repasse a estados e ao Distrito Federal de recursos decorrentes da venda de bens apreendidos relacionados ao tráfico de drogas, como carros, aviões e imóveis. A votação da matéria em plenário depende da leitura de ofício de encaminhamento da comissão mista.

A medida foi assinada pelo presidente da República Jair Bolsonaro no dia 17 de junho deste ano e, por se tratar do MP, precisa ser aprovada no Congresso Nacional em prazo de 120 dias para se tornar lei em definitivo.

Segundo o texto, o repasse aos outros entes federados não dependerá mais de convênio e poderá ser de forma direta. A MP permite à Senad (Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas), órgão do Ministério da Justiça, poder de licitar, por meio de leilão, bens móveis e imóveis no curso do inquérito ou da ação penal.

Quem arrematar algum bem não poderá ser responsabilizado pelo pagamento de multas e outros encargos contraídos antes da apreensão. O ônus ficará com o antigo proprietário.

Pelo texto, o patrimônio poderá ser vendido por até metade do preço de avaliação, o que hoje não é previsto pela Lei Antidrogas (11.343/06). Em caso de absolvição, o acusado de tráfico receberá o valor de volta no prazo de até três dias úteis.

O relator da medida provisória, deputado Capitão Wagner (Pros-CE), adicionou à proposta a determinação de que as armas apreendidas em operações de combate ao tráfico sejam destinadas, prioritariamente, para os órgãos de segurança pública ou as Forças Armadas.

Conforme a MP, o dinheiro arrecadado nos leilões será transferido para a Conta Única do Tesouro Nacional, onde ficará à disposição do Funad (Fundo Nacional Antidrogas), que é criado pela MP em substituição ao Funcab (Fundo de Prevenção, Recuperação e de Combate ao Abuso de Drogas). O novo fundo terá os mesmos objetivos do anterior, o de financiar a repressão ao tráfico e políticas de prevenção e atendimento de dependentes químicos. (Com informações do site da Câmara dos Deputados).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 19 de Novembro de 2019
09:00
Santo do Dia
08:30
Cassilândia
Segunda, 18 de Novembro de 2019
10:00
Receita do Dia
Domingo, 17 de Novembro de 2019
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)