Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/08/2015 16:45

MS perdeu 8,4 mil postos de trabalho em 12 meses

Correio do Estado

Mato Grosso do Sul perdeu 8.497 postos de trabalho nos últimos 12 meses, segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, divulgados nesta sexta-feira (21).
Segundo o relatório, em julho, o Estado teve queda de 2.068 empregos registrados em carteira de trabalho (regidos pelo CLT), o que corresponde a redução de 0,40% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada no mês anterior.

O fechamento de vagas formais acontece em meio a um fraco nível de atividade econômica, com a indicação de o Brasil já estaria no meio de uma recessão, de alta da inflação, do endividamento das famílias, e de um ajuste nas contas públicas – implementado pela equipe econômica, principalmente, com aumento de impostos e corte de investimentos.


PIOR JULHO
Conforme o Caged, o mês de julho de 2015 foi o pior de toda a série histórica, desde 2003. Nos últimos 12 anos, apenas quatro vezes o resultado foi negativo, 2013 (-105), 2009 (-50), 2008 (-948) e 2007 (-1.674).

AGROPECUÁRIA
O único setor que gerou empregos no mês passado foi a agropecuária. De acordo com o relatório do Caged, foram criados 665 postos de trabalho no setor. Ainda segundo os dados, ficaram estáveis os setores de extrativa mineral (2), Administração pública (2) e serviços de indústria de utilidade pública (-7).

Já na variação negativa estão: indústria da transformação (-1.877), serviços (-372), comércio (-292) e construção civil (-189).

CAMPO GRANDE
Somente na Capital do Estado, foram 1.060 postos de trabalho perdidos em julho, sendo 8.596 admissões e 9.656 demissões. A variação em relação ao mês anterior é de -0,51%.

MUNICÍPIOS
Por conta do fechamento da unidade do frigorífico Marfrig, Paranaíba obteve o pior desempenho entre os municípios com mais de 30 mil habitantes em MS. Foram 295 contratações e 748 demissões, resultando na perda de 453 empregos. A variação em relação a junho é de -5,65%.

Ainda na lista dos municípios que registraram perda de postos de trabalho estão Dourados (-381), Três Lagoas (-244), Naviraí (-150), Corumbá (-67) e Nova Andradina (-66).

Ponta Porã se manteve praticamente estável, com perda de três postos de trabalho.

Por outro lado, em seis municípios, o resultado foi positivo. O destaque é Sidrolândia, com geração de 105 novos postos de trabalho. Em seguida estão: Rio Brilhante (82), Maracaju (71), Aquidauana (33), Amambai (26) e Coxim (12).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)