Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/03/2009 11:37

MS: Assinados convênios para mais 4657 casas populares

Governo do Estado

Campo Grande (MS) - O governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Secretaria de Habitação, assina convênios para a construção de mais 4.657 unidades habitacionais. A solenidade está marcada para esta segunda-feira (23), a partir das 15 horas, no Auditório Germano Barros de Souza do Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo.

Das 4.567 casas populares, 150 serão para comunidades quilombolas; 487 para aldeias indígenas e 4020 unidades urbanas. Essas casas fazem parte do programa habitacional “MS Cidadão – Casa da Gente” do governo do Estado, com um investimento conjunto (União, Estado e municípios) no valor de R$ 70.693.260,00 (setenta milhões, seiscentos e noventa e três mil, duzentos e sessenta reais).

Serão beneficiados 69 municípios de Mato Grosso do Sul. São eles: Água Clara, Alcinópolis, Amambai, Anastácio, Anaurilândia, Angélica, Antônio João, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Aral Moreira, Bandeirantes, Bataguassu, Batayporã, Bodoquena, Brasilândia, Caarapó, Caracol, Camapuã, Campo Grande, Chapadão do Sul, Corguinho, Coronel Sapucaia, Costa Rica, Coxim, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Dourados, Eldorado, Fátima do Sul, Figueirão, Guia Lopes da Laguna, Glória de Dourados, Iguatemi, Inocência, Itaporã, Itaquiraí, Ivinhema, Japorã, Jaraguari, Jardim, Juti, Maracaju, Miranda, Mundo Novo, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paranaíba, Paranhos, Pedro Gomes, Ponta Porã, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Negro, Rio Verde, São Gabriel, Selvíria, Sete Quedas, Sidrolândia, Sonora, Tacuru, Taquarussu, Terenos, Três Lagoas e Vicentina.

O secretário de Estado de Habitação, Carlos Marun, informou que com essas assinaturas o governo alcançará 77 municípios de Mato Grosso do Sul. “A partir do próximo dia 23, estaremos desenvolvendo ações em quase todos os municípios, faltando apenas Corumbá. Nenhuma cidade ficará excluída do Programa Habitacional desenvolvido por André”.

Corumbá também será atendido, afirmou Marun. Porém, a atuação será diferenciada, pois Puccinelli se comprometeu em construir mil casas no município. “No início deste mês fomos eu e o secretário de Governo, Osmar Jerônymo, a Corumbá para sondar alguns loteamentos. Definido o local da construção, poderemos iniciar as obras dessas mil unidades. A intenção do governador é que até junho se dê o inicio das obras das primeiras 500 casas”.

Até hoje, o governo estadual garantiu investimentos em torno de R$ 294.358.255,74 (duzentos e noventa e quatro milhões, trezentos e cinquenta e oito mil, quinhentos e quinze reais e setenta e quatro centavos) para a construção de 23.783 unidades habitacionais. Destas, quase seis mil foram entregues e o restante está em construção.

Com a assinatura dos convênios, a Secretaria de Estado de Habitação atinge a marca de 28.440 moradias em pouco mais de dois anos da atual gestão, totalizando um investimento de R$ 365.051.515,74 (trezentos e sessenta e cinco milhões, cinquenta e um mil, quinhentos e quinze reais e setenta e quatro centavos).

Diante da crise econômica mundial, André Puccinelli comunicou a elevação da meta de habitação popular. Até 2010 estão garantidas 50 mil novas casas.

As moradias que estão sendo edificadas abrem milhares de postos de trabalho e fortalecem o comércio da construção civil. Lembrando que para cada milhão de reais investidos, são abertos 141 postos de trabalho pelo período de seis meses. Portanto, além de assegurar moradia digna, mais de 51 mil chefes de famílias terão empregos, garantindo assim o pão de cada dia dessas famílias. Para o governador, investir em habitação é a garantia de teto e ainda a geração de emprego, renda e desenvolvimento de cada localidade.

Andressa Lopes - Sehab


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)