Cassilândia, Domingo, 25 de Junho de 2017

Últimas Notícias

16/10/2007 14:40

MS ainda lidera ranking da dengue

Ao lançar nesta terça-feira (dia 16) a nova campanha nacional de combate à dengue em Minas Gerais, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, apresentou números estatísticos que comprovam que Mato Grosso do Sul ainda é o Estado com o registro do maior número de casos neste ano, totalizando 72 mil.

Temporão admitiu que todo o país enfrenta uma epidemia de dengue e ponderou que a doença já matou mais de cem pessoas neste ano. "É epidemia mesmo. Não é possivel. Neste ano, 121 pessoas já morreram", disse o ministro.

"Eu diria que nós estamos perdendo a guerra para a doença. Essa epidemia é preocupante por vários motivos, principalmente pelas características do vírus. Existem quatro sorotipos e três já circulam no país. Essa doença pode matar e só será enfrentada adeqüadamente se houver uma grande mobilização da sociedade", afirmou Temporão.

De janeiro a setembro deste ano, Minas Gerais já registrou quase 39 mil casos de dengue; o Paraná, quase 45 mil; o Rio de Janeiro, mais de 51 mil; e São Paulo, mais de 64 mil.

Os dados do Ministério da Saúde comprovam que a pior situação é a de Mato Grosso do Sul, com mais de 72 mil casos da doença. Em todo o pais são 481 mil casos de dengue nos nove primeiros meses deste ano. Cinquenta por cento a mais do que no mesmo periodo do ano passado.

Contra-ataque

Neste ano, o prefeito Nelsinho Trad investiu em novas ações para a combater a dengue. Após mapear as regiões da cidade, a Prefeitura lançou mutirões de limpeza, começando pela região do Aero-Rancho, principal foco da epidemia registrada no verão passado.

Os mutirões atualmente percorrem todas as regiões da cidade, bem como tem sido intensificadas as campanhas educações e de orientação, junto as associações de moradores e estabelecimentos educacionais.

Na última segunda-feira, em companhia do governador André Puccinelli, o prefeito Nelsinho Trad esteve no Rio de Janeiro acertando a implantação de um Centro Tecnológico da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) para Campo Grande, para auxiliar no combate não só da dengue, como também da leishimaniose e outras enfermidades infecto-contagiosas.



Midiamax / G1

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 24 de Junho de 2017
23:07
Loteria
Sexta, 23 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)